Como Criar um Jardim Vertical

Como Criar um Jardim Vertical

Compartilhe

WESTWING NA MÍDIA:
Quer saber mais? Leia nosso guia!

Guia Westwing paraComo Criar um Jardim Vertical

A presença de elementos naturais dentro de casa pode beneficiar a rotina de muitas maneiras. Ter plantas é uma forma prática e fácil de possuir os privilégios da natureza e ainda compor a decoração de forma leve e harmoniosa. Se antes ter espaço era um dos principais fatores para se ter um jardim, hoje em dia existem muitas maneiras de garantir um pedacinho do mundo verde no lar. Entre as mais viáveis e diferenciadas, criar um jardim vertical pode ser a melhor escolha para o ambiente. Os materiais para a fabricação vão desde a cerâmica até a reutilização de peças que já possuímos no lar.

A presença de um jardim vertical na decoração traz muitos benefícios a saúde, sendo possível tê-lo dentro e fora de casa. Quando em área interna, o jardim vertical retém compostos orgânicos voláteis, colaborando para purificar o ar. No caso de ambientes externos, o jardim vertical renova e complementa a aparência do local, além de combater as ilhas de calor no cenário urbano. E o melhor: com a variedade de tipos, ele se adapta a diferentes ambientes, seja para os que não possuem espaço no lar aos que desejam renovar o décor. Confira nossas dicas sobre como criar um jardim vertical e inspire-se!

 

Tipos diferentes de jardim vertical

Dos mais elaborados aos delicadamente feitos à mão, o jardim vertical pode ser elaborado com materiais e de formas diferentes. O uso de blocos pré-moldados foi desenvolvido pela empresa Neo Rex e consiste em dois tipos: bloco de concreto fundido com jardineiras contínuas e bloco de concreto socado, com jardineiras em zigue-zague. Esses modelos de jardim vertical possuem nichos para vigas que permitem sua instalação sem apoio, porém podem também ser colocados rente a muros impermeabilizados. Já a empresa Green Wall Ceramic faz uso de blocos cerâmicos para serem fixados em paredes com a utilização de argamassa. O painel de fibra de coco e o uso de vasos meia lua são opções favoráveis para os ambientes menores, pois podem ser aplicadas em qualquer tipo de parede, apenas com a preocupação de impermeabiliza-las. Existem ainda muitos tipos de jardim vertical que podem atender e moldar-se ao estilo da sua casa.

Um cantinho verde para chamar de seu

Não é necessário abrir mão de um jardim vertical por falta de espaço. Além de contribuir com o bem-estar, o jardim vertical complementa a decoração do ambiente com elegância e harmonia. Para cômodos compactos, dê preferência para tipos que podem otimizar o espaço, como o uso de floreiras ou em vasos expostos em prateleiras. O jardim vertical não se limita ao espaço externo; é possível tê-lo dentro do lar, auxiliando, inclusive, na purificação do ar. É importante lembrar que cada planta necessita de cuidados diferentes, portanto, se atente a quantidade de luz recebida no local onde for criar um jardim vertical.

Reutilizar para decorar

Uma das formas de ajudar a natureza é dar uma nova utilidade para itens que foram deixados de lado. E que tal reutilizar objetos de casa para criar um jardim vertical? Dentre as mais conhecidas, há a técnica desenvolvida por Marcelo Rosembaum que consiste em utilizar garrafas pets suspensas para a criação do jardim vertical. Os pallets na decoração estão cada vez mais em alta e não ficam de fora dessa; sçao ótimos como suporte para jardim vertical. Trocou a janela e não sabe o que fazer com a velha? Um jardim vertical é uma solução que compõe o espaço com criatividade e muito charme. As escadas são outras aliadas do jardim vertical; qualquer cantinho ganhará vida com a exposição dessa união.

Quando se trata de jardim vertical, não há limites na reutilização de objetos. Você pode utilizar de calhas de alumínio para telhado até aquelas sapateiras para porta. Solte a imaginação e decore a casa com elementos naturais!

Próximas campanhas