Estilo Luís XVI

Estilo Luís XVI

Compartilhe

WESTWING NA MÍDIA:
Quer saber mais? Leia nosso guia!

Guia Westwing paraEstilo Luís XVI

Para saber muito mais sobre decoração e fazer da sua casa uma verdadeira referência na decoração, conheça mais sobre o estilo Luís XVI.  Tal estilo Luís XVI nasceu em 1760, logo, antes deste rei realmente ascender ao trono francês. Portanto, nem sempre um estilo nasce somente com a nomeação de certo rei, ou mesmo morre assim que tal monarca falece. O estilo Luís XVI, assim como outros estilos, se desenvolve gradualmente com manifestações graduais de tendência.

Caso você pretenda tornar sua casa um local de aconchego, bom gosto e exuberância, o estilo Luís XVI é uma ótima pedida. O Westwing possui incríveis dicas para utilização do estilo Luis XVI em ambientes internos e externos da casa. Esteja com sua decoração sempre em sintonia com as principais tendências do momento e do mundo, já que produtos renomados, refinados e de qualidade comporão seu estilo Luís XVI. Inspire-se e saiba muito mais!

Particularidades do estilo Luís XVI

Os móveis que você encontra neste estilo Luís XVI são, em suma, uma contravenção ao estilo anterior, uma reação ao que antes era tendência decorativa – e que sempre diz muito sobre o homem contemporâneo à época em que aparece. Neste ínterim, os móveis que compõem este movimento têm, como características comuns, a elegância e sobriedade, por exemplo. Os móveis deste estilo Luís XVI são de natureza clássica.
A paixão pela natureza de literatura e filosofia naturalistas, bem como influências do Iluminismo com Rousseau, Locke, Smith e Kant influenciou a cultura em nível de reforma de pensamento. Na arquitetura e decoração, por exemplo, com o estilo Luís XVI há móveis que possuem pernas, por sua vez, são em pontaletes com cubo em cima, em reação ao Rococó, em contrapartida ao luxo, aos prazeres e futilidades. Neste mesmo segmento, a estampas são mais discretas, os tecidos delicados e as cores suaves.
Sobre tecidos, os mais utilizados são brocados delicados, sedas e adamascados – estes com estampas também delicadas ou retratando cenas de época em pintura. A madeira é, como no movimento anterior, bastante utilizada na construção dos móveis. Porém no estilo Luís XVI, é pintada em cores claras e suaves, ou então ao natural em tonalidades médias ou claras. Detalhes em dourado são muito comuns, assim como o uso de pátina.
Desta forma, poltronas típicas do estilo Luís XVI, por exemplo, possuem um casamento harmonioso entre linhas retas e curvas. Outro tipo de poltrona, chamada Medalhão – que possui o encosto oval – se do estilo Luís XVI, provavelmente apresentará um gosto pela curva com referências geometrizadas, com entalhes florais discretos e sem qualquer rebuscamento em comparação ao estilo Luís XV, por exemplo.

Panorama histórico do estilo Luís XVI

É preciso ter em mente que o estilo Luís XVI não se trata da mesma retomada do Clássico pelo Renascimento. Este movimento surge no final do século XVIII e abrange a arquitetura, pintura, artes plásticas.
Um acontecimento que foi muito importante para esta retomada ao Clássico com o estilo Luís XVI foram as escavações das cidades italianas de Herculano e Pompeia, fazendo com que se alumiasse a antiguidade e referências a ela, ainda que contemporâneas ao movimento. No estilo Luís XVI, então, os ornatos usados eram de ordem clássica, referenciando o que é de ordem sentimental e, ao mesmo tempo, naturalista.
Logo, em todo este ínterim e complexidade moderada a qual o estilo Luís XVI veio, foi a impossibilidade de se criar um novo movimento, isto é, uma revolução de cunho artístico tão completo quanto foi a Revolução Francesa que conferiu mudanças na política, na filosofia e no social. Desta forma que os artistas e decoradores mostraram sua lealdade ao novo regime e adequaram o estilo novo, removendo todos os vestígios que lembrasse a monarquia. Isto é para inspiração, isto é estilo Luís XVI.

Próximas campanhas