Rossana Orlandi, a entusiasta do novo

Com olhos abertos ao design, à moda e à vida, a galerista italiana Rossana Orlandi desafia os novos profissionais a pensarem sobre reciclagem de materiais, sem abrir mão da funcionalidade e estética.

Rossana Orlandi, a entusiasta do novo | Westwing.com.br

Inquieta, observadora e fascinada por novidades, ela tem em seu DNA o design responsável. Sua nova missão, por sinal, é desafiar os novos profissionais a pensarem de maneira diferente sobre como as coisas são feitas. Não à toa surpreender é o lema de Rossana Orlandi, a galerista italiana que também é aclamada por suas colaborações que unem o mundo da moda ao do décor.

Em 2002, ela abriu as portas da Galleria Rossana Orlandi, localizada no galpão de uma ex-fábrica de gravatas, no bairro de Magenta, em Milão, com a finalidade de apresentar sua visão de estilo de vida. Anualmente, o espaço inovador acolhe obras inusitadas de artistas do mundo inteiro. A galeria, que conta um terraço, um café e uma loja, já virou um ponto turístico importante da cidade de Milão.

Tanto que nesse ano, durante a Design Week, que aconteceu entre os dias 9 e 14 de abril, as pessoas se depararam com filas grandes entre as instalações.  Entre as obras selecionadas por Rossana para serem expostas, as mais visitadas (e postadas no Instagram, claro!) foram:

Rossana Orlandi, a entusiasta do novo | Foto 2 | Westwing.com.br

As janelas do projeto #Anotherviewprojetc, que exibem imagens em alta resolução de vistas incríveis que foram filmadas durante 24 horas.

Os gabinetes/espelhos Mata & Grifo da Altreforme. Assinadas pela designer Elena Salmistraro, as peças retratam a história de amor da princesa Mata e do guerreiro Grifo, que fundou a cidade de Messina na Sicília.

Instalação Waste No More de Eileen Fisher, que transforma o descarte de tecidos em design.

As luminárias feitas de vidro e cerâmica do estúdio Vezzini&Chen.

Esculturas flutuantes (como o pássaro da foto) desenvolvidas por Bendetta Mori Ubaldini.

Colagens surpreendentes do Henzel Studio.

Mas não parou por aí! Em outro endereço, no Ro Garage, próximo a Porta Vercellina, a galerista apresentou uma exposição que teve como protagonista o plástico reciclado. Logo na entrada, os visitantes se depararam com uma instalação do artista Arsenio Rodriguez, que remetia ao mar, feita com centenas de garrafas PET.

Já em um segundo espaço, o prédio sediou os projetos selecionados para o Prêmio Ro Platic, lançado no ano passado pela Rossana com objetivo de desafiar a comunidade do design.

No total, foram recebidas mais de 300 criações enviadas por universidades, designers, cooperativas e escolas do mundo todo. Os vencedores foram escolhidos por um júri internacional.

Rossana Orlandi, a entusiasta do novo | Foto 3 | Westwing.com.br

Conheça alguns destaques:

Alexander Schul recebeu o prêmio de melhor design. O alemão criou uma linha de móveis feita com folhas de poliestireno.

Reform Studio, de Hend Riad e Mariam Hazem, do Egito, ganhou na categoria têxtil com o projeto Plastex. Trata-se de tecidos feitos de sacolas plásticas.

Na categoria inovação consciente, o vencedor foi o projeto Precious Plastic, da Holanda, que por meio de tutoriais em vídeo, ensina a fazer máquinas de reciclagem de plástico.

 

Agora que você já conhece alguns dos trabalhos revelados pela grande dama do design, não deixe de acompanhá-la no Instagram: @rossana_orlandi. Seu perfil é inspirador!

Veja também: Direto do Isaloni 2019: 6 tendências para ficar de olho

 

Texto: Aline Gomiero

Ariana Firmino

Já conhece o nosso App?

Baixe agora

Baixe agora
Offline