Tudo junto e misturado: o lar de Celinha Miranda Mattos

Com objetos afetivos, figuras religiosas e pitadas de sabor, o refúgio paulista da chef impressiona pela ousadia e pela personalidade

Texto: Claudia Ratti
Fotos: Aislan de Paula 

Tudo junto e misturado: o lar de Celinha Miranda Mattos | Westwing.com.br

Uma casa onde Nossa Senhora Aparecida, Buda e Iemanjá compõem a decoração ao lado de garrafas de cachaça e panelas coloridas. Assim é o lar de Celinha Miranda Mattos, em Barra Bonita, no interior de São Paulo. “Sabe aquela ideia de menos é mais? Comigo, mais é mais”, brinca. 

Esqueça, portanto, qualquer regra de decoração: aqui, o importante é ver o afeto, as memórias e as personalidades de Celinha e do marido, Gustavo Mattos. “Somos um casal divertido, que adora viajar e receber os amigos, e a casa conta isso.”

Tudo junto e misturado: o lar de Celinha Miranda Mattos | Foto 2 | Westwing.com.br

Entre um souvenir e outro, estão representações da umbanda e do catolicismo. “É algo que me traz muita força e que gosto de ter na decoração.” Além, claro, dos acessórios de cozinha. Afinal, Celinha é chef formada pela Le Cordon Bleu, em Paris, e a primeira mulher condecorada na Academia de Culinária da França. 

DE VOLTA ÀS RAÍZES 

Apesar de morar há quase 15 anos em Paris, onde mantém o restaurante Chez Nous Chez Vous, e ter um apartamento em São Paulo, o casal decidiu construir uma base em Barra Bonita para passar temporadas no interior do estado, próximo à natureza, à família e à calmaria. 

E, com a pandemia, a decisão fez ainda mais sentido, já que Celinha e Gustavo retornaram ao Brasil e fizeram do refúgio sua morada fixa. Para ela, foi um reencontro às raízes: a chef nasceu e viveu na cidade até os 21 anos: “Eu pertenço a esse lugar”. A localização também facilita os trâmites do mais recente projeto idealizado por eles: a cachaça Alzira, cuja destilaria está situada em Torrinha, cidade da família de Gustavo, a cerca de 50 km dali.

Tudo junto e misturado: o lar de Celinha Miranda Mattos | Foto 3 | Westwing.com.br

UMA COISA SÓ 

Para acompanhar o lifestyle dos moradores, o projeto levou em conta o desejo de uma casa prática e integrada. “Não há paredes ou divisão entre sala, cozinha e escritório. E, quando abrimos as portas de vidro, nos conectamos à área externa.” 

A cozinha, claro, tem o coração de Celinha não apenas pelo fato de ser chef. Ali é também seu espaço de lazer e de troca com os amigos. Já seus dez gatos preferem passar o dia camuflados no verde, entre árvores de acerola, jabuticaba, limão, romã, manga e tantas outras espécies. 

Tudo junto e misturado: o lar de Celinha Miranda Mattos | Foto 4 | Westwing.com.br

É ali também, em um espaço que segue o mesmo décor aconchegante e repleto de lembranças, que Celinha se exercita e aproveita a calmaria das noites do interior paulista para tomar um drink na companhia do marido. “Esta é uma casa viva e cheia de histórias”, finaliza.

Claudia Ratti

Já conhece o nosso App?

Baixe agora

Baixe agora
Offline