Paredes Vivas

Paredes Vivas

Compartilhe

WESTWING NA MÍDIA:
Quer saber mais? Leia nosso guia!

Guia Westwing paraParedes Vivas

As plantas, além de embelezarem o ambiente e terem efeito ornamental, também trazem benefícios para a sua saúde. Um ambiente natural e ecológico ajuda a refrescar a casa, limpar o ar e a trazer tranquilidade aos seus moradores. Os que não possuem espaço no lar ou os fãs da natureza podem optar por paredes vivas para transmitir paz ao espaço.

A parede viva é uma forma de jardim vertical que pode cobrir muros, paredes e até ambientes internos.  Ela tem a capacidade de dar um ar novo ao espaço e renovar ou destacar a parede de um cômodo. O Westwing sabe do prazer de cultivar, cuidar e contemplar as plantas e te ajuda a trazer mais elementos verdes para a sua casa. Veja dicas de como criar paredes vivas, além de cuidados necessários e espécies indicadas para esse tipo de decoração.

O que são Paredes Vivas?

Originárias do conceito de jardinagem urbana, as paredes vivas procuram explorar espaços em grandes cidades para transmitir o contato com a natureza para seus residentes. Elas podem ser cultivadas em todos os tipos de parede, pedindo atenção especial para as espécies de plantas e seus cuidados necessários.

Com o crescimento das grandes metrópoles, podemos observar paredes vivas por toda a cidade. Em edifícios, escritórios, lojas, muros e casas, o estilo tem tido muita adesão pelos brasileiros.

Paredes Verdes

A parede viva ou parede verde, pode ser conhecida também como jardim vertical e foi inventada justamente para lares que não possuem um quintal amplo ou apenas contam com uma varanda, como é o caso de apartamentos.

Parede Verde

Uma parede verde nada mais é do que criar um espaço fixo em algum cantinho da casa com boa circulação de ar e sol para colocar plantas e ervas aromáticas para temperar os alimentos da sua cozinha. Com a parede verde, você estará sempre em contato com a natureza e terá sempre um momento terapêutico para cuidar de cada um dos seus vasos. Para saber como criar a sua parede verde e escolher as plantas para jardim vertical, confira as nossas dicas abaixo!

Como Fazer um Jardim Vertical

Para que as suas plantas cresçam e se desenvolvam, é preciso prestar atenção ao ambiente que foi escolhido para a parede verde. Algumas plantas gostam mais de sombra, outras precisam de mais sol e de irrigação mais frequente.

Para ambientes internos a parede verde pode ser de samambaias americanas ou metro, ripsalis, peperomia pendente ou guaimbé. Estas plantas também vingarão se forem usadas externamente, porém precisarão de uma irrigação mais constante.

As ervas aromáticas são simples para cuidar e precisam de pelo menos duas horas de sol direto. Por isso, se a sua cozinha for aberta e tiver contato com a luz solar, a parede verde com ervas e temperos estará sempre a seu alcance e fresquinhas para uso.

Depois de escolher as plantas para a sua parede verde, basta procurar por armações de madeira, bambu ou até mesmo em alumínio para criar o seu jardim vertical. Outra opção é usar vasos meia lua e fixá-los um ao lado do outro. Este modelo de parede verde é prático e baixo custo, além de ser fácil para irrigar e fazer manutenções.

Com poucas mudanças você pode criar uma bela parede verde para a sua casa. Além dos cuidados serem terapêuticos e decorativos visualmente, a parede verde serve como um ar condicionado natural para a casa, deixando o ambiente mais refrescante. Crie já a sua parede verde para decorar e trazer vida para a sua casa!

Como Ter Paredes Vivas?

Existem dois métodos para a colocação de paredes vivas em casa. O mais simples é feito com recipientes individuais, como vasos, floreiras, e outros tipos de embalagem. Nesse tipo de cultivo as plantas podem ficar separadas ou juntas, dependendo da poda e da escolha do morador.

Já a plantação contínua é estruturada com calhas, blocos de concreto, painéis, treliças, quadros vivos ou telas.

A técnica mais utilizada é o cultivo das plantas em telas, que são colocadas em frente à superfície que será coberta pela planta. As espécies são colocadas em canteiros e dispostas para cobrir a parede viva.

Garrafas PET são alternativas sustentáveis para a criação de paredes verdes. Para criar um jardim vertical dessa maneira é só cortar as garrafas na horizontal, passar corda de varal por elas, furar o plástico e pendurá-las na parede.

É indicado o cuidado de paredes vivas com adubo e irrigação constante. As regas podem ser feitas com regador ou seguindo a técnica de gotejamento, que consiste em colocar uma mangueira perfurada no substrato da planta. A poda deve ser feita constantemente para que a parede alcance o visual almejado pelo usuário.

Espécies para Paredes Vivas

Existem diversas espécies que podem ser ideais para a criação de paredes vivas. As mais indicadas por paisagistas costumam ser as de espécie epífitas, que vivem em cima de outros vegetais. Entre as plantas, destacamos três tipos que merecem atenção e podem deixar sua decoração ainda mais bonita:

  • Bromélias: resistentes, as bromélias são muito fáceis de ser cultivadas. Elas fazem parte das espécies epífitas e ficam muito bonitas em jardins verticais e paredes vivas.
  • Orquídeas: encontradas em diversas formas, tamanhos e cores, as orquídeas podem fazer parte de qualquer decoração e se adaptam muito bem em jardins verticais.
  • Pteridófitas: estes tipos de plantas ornamentais são ideais para paredes vivas em ambientes internos, como salas, cozinhas e corredores e externos, como quintais e jardins. Podem ser cultivadas com pouca luminosidade e pouca ventilação. Estão nesse grupo: avenca, samambaia, xaxim, chifre de veado, cavalinha entre outros.

Outras espécies também podem ser usadas em jardins verticais, como a brilhantina, maranta, dinheiro-em-penca, begônia, selaginela, ninho-de-passarinho, aspargo e renda portuguesa. Antes de escolher, atente-se a localização das paredes vivas e as condições de rega, umidade, sol, temperatura e ventilação.

Westwing: O Extraordinário Mundo da Sua Casa!

Próximas campanhas