Móveis infantis

A imaginação, o brincar, o aprender e a energia contagiante… Uma das fases mais bonitas da vida é a infância e é nesse processo de crescimento que muitos elementos que moldam a essência da vida adulta são definidos. Hoje nós mergulhamos no universo dos móveis infantis para entender como eles são projetados e desenvolvidos para acompanhar o dia a dia das crianças.

Móveis infantis na decoração

As necessidades

Produzir móveis infantis não significa reduzir a escala do mobiliário comum. O primeiro passo para um designer criar o projeto é entender as necessidades dos pequenos: bem-estar, usabilidade e acima de tudo proteção. Nesse sentido, bordas arredondadas, peças com boa estabilidade e produtos não tóxicos são mais do que bem-vindos!

Quarto infantil móveis

Segurança e ergonomia

Nos últimos anos, o design para crianças cresceu bastante. Ao pensar no mobiliário para os pequenos, vale lembrar que os pais também precisam se sentir seguros e confiantes com aquele produto.

Outro ponto importantíssimo é a ergonomia, principalmente na escolha das cadeiras que serão usadas durante a fase de crescimento. Tem que sentar, experimentar e testar várias opções até a criança ficar com uma postura adequada e completamente confortável.

Móveis infantis cadeiras

O toque lúdico

O lúdico, o descontraído e o colorido sempre chamam a atenção das crianças. Às vezes basta uma peça de destaque para tornar o ambiente agradável e convidativo a elas. O designer Judson Beaumont, por exemplo, conseguiu preservar o espírito da infância e cultivar a imaginação com referências divertidas para criar seus móveis.

Móveis Judson Beaumont

Dicas indispensáveis

A nossa Diretora de Estilo Ale Tobler é mãe de três filhas, arquiteta e designer de produtos. Ela dá algumas dicas essenciais para escolher os móveis infantis em diferentes cantinhos. Confira!

No quarto do bebê – O mais importante é encontrar o berço perfeito e o tamanho deve ser a primeira preocupação. Modelos com 60 e 70 cm de altura e cerca de 1,30m de comprimento são os mais procurados. Se possível, opte por um artigo com acessórios como trocador e gavetinhas. Tenha certeza que o produto conta com o certificado pelo Inmetro.

E dos mais crescidinhos – Uma boa ideia é começar com um móvel colorido ou estampado que se tornará o centro das atenções. Você pode trabalhar os demais elementos do ambiente em torno dessa peça. Não se esqueça de baús ou organizadores para manter a ordem. Camas personalizadas como cabaninhas ou com formas divertidas costumam agradar.

No cantinho de estudos – Este espaço precisa ser bastante organizado e pede por uma escrivaninha bem equipada. Ele fica mais alegre ao expor os desenhos e conquistas das crianças.

No espaço de brinquedos – Aqui vale investir nos pufes organizadores, estantes, cabaninhas, baús, nichos e todos os móveis infantis que ajudam a alegrar e organizar o ambiente.

Decoração de ambientes infantis

Priscila Silvério

Já conhece o nosso App?

Baixe agora
Baixe agora