Brunete Fraccaroli: Arquitetura e História

Brunete Fraccaroli não é uma mulher qualquer. Formada pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, ela é uma arquiteta de sucesso reconhecida mundo afora (1). Seus trabalhos ultrapassam fronteiras e encantam pela inovação. Mas o que a fez seguir uma carreira tão complicada para o mundo feminino?

Brunete

Talvez algo simples como a paixão pelas cores: “Quando era pequena pintei meu gato de azul”, conta a arquiteta. Ela é ousada e vai além na hora de usar as cores (2). Além disso, para Brunete é importante buscar uma estética diferenciada e oferecer soluções criativas para as coisas. Seu estilo, que ela denomina como eclético, também ajuda, pois não se prende em uma especialidade, mas busca fazer um pouco de tudo.

Pontos de cor

Essa criatividade e dinamismo já foram devidamente reconhecidos com diversas premiações, tanto nacionais como internacionais. Entre os trabalhos que trazem orgulho para arquiteta esta o Jardim de Vidro para o DECA “Foi a primeira vez que trabalhei com vidro, um trabalho bastante diferenciado e complexo, mas o resultado com certeza valeu por todo o esforço e dedicação”, conta com alegria.

A decoração também está entre as paixões de Brunete que dá a dica para ter um espaço bonito e prático: “É preciso proporcionar qualidade de vida e fácil manutenção” (3). Ela considera um erro comum na hora de decorar os excessos de móveis, principalmente nos espaços pequenos. “Às vezes as pessoas não conseguem dimensionar o mobiliário de acordo com o espaço disponível”, (4) conclui a arquiteta.

WestwingNow com campo de busca e lupa para pesquisa | now.westwing.com.br|Powered by Rock Convert
Sala de TV
Living

Além de lidar com a arquitetura e decoração, Brunete trabalha com a parte dos contatos e da criação de aromas de uma fábrica de essências para a indústria alimentícia. Para desenvolver este processo de criação ela já fez administração e, na juventude, um curso técnico. Ademais, conta com a ajuda de vendedores e executivos.

Na hora de selecionar seus clientes ela busca aqueles que se adequem a seu estilo e tenham confiança no meu trabalho. “Como a relação paciente-médico”, explica a arquiteta. Para este ano ela espera novos projetos, sempre desafiadores.

Quando questionada sobre suas realizações e sonhos ela se diz grata por chegar aonde chegou e poder desfrutar de suas conquistas. Seu desejo? “Almejo continuar sempre: quero morrer trabalhando!”.

Este pensamento é, sem dúvida, uma inspiração para todos aqueles que seguem na área de arquitetura, design e decoração.

Priscila Silvério

Já conhece o nosso App?

Baixe agora

Baixe agora
Offline