Aldi Flosi – Um lar kitsch industrial, uma paixão old glam

Valorizar referências do passado. Garimpar incansavelmente. Desvendar o glamour das antiguidades. Seja bem-vindo ao dia a dia do designer Aldi Flosi, morador de um apartamento com pequenas maravilhas e grandes ideias.

Apartamento industrial São Paulo.

Com 31 anos, o protagonista da nossa história cursou Arquitetura e Urbanismo e atua há mais de uma década no mercado de interiores. Entre trabalhos decorativos, consultorias de estilo e projetos que envolvem o garimpo, ele reservou uma sexta-feira para abrir as portas de sua casa ao Westwing.

Aldi Flosi designer e consultor de estilo.

Marcas que nos fascinam

A primeira coisa que você precisa saber sobre Aldi é que ele ama aqueles detalhes desgastados, admira a arte do bordado (herança que traz uma memória afetiva de sua mãe) e sente uma atração natural por elementos antigos como espelhos de mão, caixinhas de joias, kits de costuras dignos de nossas avós, rótulos do passado, porcelanas com técnicas que transcendem gerações… A lista é infinita para este verdadeiro amante do tempo que inventou o termo “old glam”.

Decoração estilo industrial. Kitsch industrial.

“O veludo, a madeira desgastada, o ferro descascado, a viga de concreto… Eu valorizo todas as marcas do tempo. Adoro o glamour antigo das coisas.” A paixão é tão grande que Aldi transportou épocas e histórias para a sua própria casa!

Mas vamos começar pelos primeiros desafios. Seu apartamento, que ele intitula carinhosamente como kitsch industrial, foi encontrado há três anos. O imóvel com 62m² precisava abrigar tanto o designer quanto seu irmão gêmeo Anderson. Aldi relembra:

“Procuramos bastante, quase um ano e meio. Vi apartamentos em todos os lugares e de todos os tamanhos até encontrar esse. Quando entrei pela primeira vez aqui estava completamente destruído, com uma planta super inadequada.”

Decoração de pequenos ambientes. Apartamentos pequenos.

Situado em uma rua tranquila na zona sul de São Paulo, o local recebeu uma reforma intensa para otimizar os espaços e ser atualizado. Tudo isso com uma verba apertada.

“Por conta do orçamento tive que ser criativo e encontrar soluções simples. Por exemplo: o piso que apliquei em todos os ambientes também serviu para revestir as paredes do box no banheiro, enquanto a iluminação encontrei em uma loja alternativa. A marcenaria tem módulos revestidos por lâminas de madeira ou fórmica.”

Decoração industrial. Concreto aparente.
Decoração de quarto. Apartamento industrial.
Além destes desafios, a casa tinha apenas um banheiro no corredor. Aldi repensou a planta e quebrou paredes para garantir uma suíte ao seu irmão.

Depois da parte estrutural chega o momento de imprimir a identidade dos moradores. É nessa hora que começamos a prestar atenção em uma infinidade de detalhes cativantes. Na bancada da cozinha os pendentes de Nova York são iluminados por lâmpadas parisienses, enquanto a parede mais adiante exibe pratos decorativos que criam um belo contraste com o relógio assinado por George Nelson para a Vitra.

Relógio de George Nelson. Pratos decorativos. Bancada de cozinha industrial. Bancada de azulejos. Pendentes industriais.

No mesmo ambiente mais uma surpresa agradável: um painel de azulejos na bancada. A ideia partiu de Anderson e a referência Art Decô com cores suaves veio de Aldi. A proposta ofereceu um contraste delicado e criativo à composição.

Cozinha industrial. Bancada de azulejos.

Entre viagens, referências e bazares

A última viagem de Aldi Flosi foi para Portugal, país que o encanta com a feira de Ladra e a LXFactory. No final do ano passado, esteve em Alagoas, Sergipe e Bahia a convite do IPTI para executar um projeto de bordados com as comunidades locais em parceria com a designer têxtil Zizi Carderari. As lojas de antiguidades de Berlim, o mercado de pulgas de Paris e a feirinha de San Telmo em Buenos Aires também estão em seu repertório de boas referências e lembranças.

Obras de arte e decoração.

Além das idas e vindas, o designer encontra inspiração em diferentes livros, artistas e profissionais. Dos arquitetos Paulo Mendes da Rocha e Lina Bo Bardi até as obras de Florian Raiss, Nazareno e Leonilson; tudo serve para instigar e alimentar suas ideias.

Projeto de Aldi Flosi. Arquiteto e designer.

Mas não pense que os objetos e criações artísticas ficam restritas a um acervo pessoal. Aldi, como um verdadeiro entusiasta do garimpo, iniciou um projeto para espalhar seus achados incríveis para mais pessoas. É a Trappo Bazar, uma curadoria criteriosa com objetos únicos e charmosos. Com a ajuda da produtora e designer Mayra Navarro, nasce uma coleção com peças novas e antigas, perfeita para tornar as casas mais afetivas e repletas de histórias.

“Eu acho que é uma forma de reaproveitamento, além de uma maneira muito sofisticada de agregar estilo”, explica Aldi.

Depois do apartamento, dos projetos e do olhar sensível do designer fortalecemos a importância de valorizar o tempo e a memória. E você, já se apaixonou pelo conceito “old glam”?

Vasos de porcelana branca. Decoração com porcelana.

Fotos © Marco Antonio | Retrato de Aldi Flosi © Ramanaik Bueno

Priscila Silvério

Já conhece o nosso App?

Baixe agora
Baixe agora