Vinhos & cia: harmonização com massas

Seja baseada na cultura italiana ou na simples preferência pessoal, a verdade é que poucas bebidas casam tão perfeitamente com um prato de massa quanto um bom vinho. No entanto, a harmonia desta combinação depende especial e principalmente do molho que acompanha o prato e, para esclarecer este e outros detalhes sobre o tema, convidamos a sommelier Bruna Uchoa, do blog Pecado de Vinho.

A sommelier Bruna Uchoa, do blog Pecado de Vinho.

Segundo ela toda massa – sem a adição de qualquer condimento ou molho – tem um sabor ligeiramente doce, devido ao elevado teor de amido e, por isso, o vinho escolhido deveria ter uma boa acidez ou efervescência: nesta categoria se encaixariam os vinhos brancos, rosé ou espumantes. No entanto, geralmente as massas vem acompanhadas de molhos ricos e complexos e o vinho deve possuir uma estrutura que se adeque ao prato: “Neste caso o vinho tinto é o ideal”.

Uma regra geral? “Massas com molhos leves e delicados pedem um vinho igualmente leve e delicado, massas com molhos ricos em ingredientes e temperos pedem um vinho mais estruturado”. Para ajudar, separamos algumas receitas do nosso e-book Sabores do Inverno para servir de exemplo.

Lasanha de abobrinhas, berinjelas, tomates assados e mozzarella de búfala

Bruna destaca que a lasanha vegetariana é uma versão mais leve e colorida da clássica lasanha alla bolognese: “É um prato de sabor delicado e aromático mas também levemente gorduroso.
A harmonização ideal seria com um vinho branco ou espumante bem fresco, com uma boa acidez que irá contrastar a gordura do prato e com uma ótima persistência olfato-gustativa que irá ajudar a equilibrar a aromaticidade”.

Sugestões de vinhos: Pinot Bianco, Sauvignon Blanc, Curtefranca, Inzolia

Lasanha de abobrinhas, berinjelas, tomates assados e mozzarella de búfala

Linguine com camarão, vagem e tomates frescos

Segundo Bruna “frutos do mar delicados, como o camarão, pedem vinhos brancos jovens, saborosos, de médio corpo e personalidade olfato-gustativa”. Vinhos rosé macios também irão contrastar a leve acidez dada pelos tomates nesta receita. Quer uma combinação ainda mais elegante? “Experimente acompanhar este prato com um espumante clássico”.

Sugestões de vinhos: Pinot Grigio, Gewürztraminer, Cotes de Provence Rosé, Franciacorta

Linguine com camarão, vagem e tomates frescos

Pizza

Bruna explica que na pizza, a tendência doce da massa se destaca, mas que os ingredientes utilizados criam muitos outros sabores, por isso “o prato harmoniza bem com vinhos brancos e espumantes secos e despretensiosos que irão somente ajudar a limpar o paladar para mais uma mordida”.
Caso a pizza contenha sabores mais fortes, como o presunto cru, Bruna diz que é possível também optar por vinhos brancos mais estruturados e arriscar até com um vinho tinto: “Desde que seja bem jovem e melhor ainda se frisante”.

Sugestões de vinhos: Prosecco, Verdicchio, Greco di Tufo, Sangiovese, Gragnano

Pizza

Imagens: Westwing

Carolina Silveira

Já conhece o nosso App?

Baixe agora
Baixe agora