Vinhos & cia: em volta da lareira

Um bom vinho não tem hora, seja para harmonizar com deliciosas receitas ou para as ocasiões mais triviais – um clássico que cai bem o ano todo. No entanto o vinho tem uma ligação forte e especial com o inverno, sendo um conforto para as noites frias, aquecendo o corpo e aproximando as pessoas, afinal quem nunca usou um bom rótulo como desculpa para reunir a família ou os amigos ao redor da lareira?

Vinhos com rótulos personalizados

Seja ao ar livre ou no conforto do seu living, se deliciando com pratos sofisticados ou um pote de pipoca, na companhia do seu amor ou entre um grupo seleto de pessoas, não importa o motivo, o vinho é sempre uma boa opção. E se bater aquela dúvida na hora de decidir entre os diferentes e variados tipos da bebida, você pode contar com a gente! Convidamos a especialista Lilian Lima, do blog ‘As boas coisas da vida’, para compartilhar suas dicas e sugestões sobre harmonização. Confira!

Lilian Lima

 

Não basta ser tinto

Segundo Lilian, para aquecer, o vinho não basta ser tinto: “Ele precisa ser encorpado e alcoólico para dar aquela sensação de calor na boca e conseguir acompanhar os pratos pesados e calóricos da estação”. Portanto fique atento ao rótulo, uma vez que qualquer variação no teor de álcool pode fazer uma grande diferença.

Taça de vinho

Se o plano é reunir amigos ao redor da lareira, Lilian indica o vinho tinto e encorpado argentino, produzido com uvas Malbec: “Esses vinhos são intensos em aromas e sabores, lembram frutas maduras e tem um alto teor alcoólico. Combinam com carne assada e harmonizam muito bem com fondue de carnes”. Entre os rótulos brasileiros, ela destaca o Merlot, do Vale dos Vinhedos na Serra Gaúcha: “Pode ser servido sem comida, é macio e tem bom corpo”. Já para quem aprecia os vinhos americanos, ela indica o Chardonnay, da Califórnia: “Com passagem por barricas de carvalho, tem bom corpo e é uma boa opção para aquelas pessoas que gostam de vinhos brancos o ano inteiro”.

Velho Mundo

Os vinhos italianos também são conhecidos pela sua qualidade. Lilian indica os aveludados e densos Amarones, da região do Vêneto, com aromas e sabores de frutas secas, vermute e chocolate: “O sabor intenso do Amarone harmoniza com o picante parmiggiano stravecchione – um queijo mais firme e intenso, com mais de quatro anos de maturação”. Outra indicação é o Barolo, da região de Piemonte: “É extremamente encorpado e tem boa acidez. Para o inverno, a pedida para acompanhar este vinho é fondue de queijo e funghi”.

Mesa de fondue

Doces e sobremesas

Para acompanhar as sobremesas, Lilian indica os vinhos fortificados: “Com alto teor de açúcar e álcool, são uma boa escolha, especialmente para aqueles que preferem vinhos mais doces”. Outra opção são os tipos licorosos, como os vinhos do Porto e Madeira: “Harmonizam principalmente com chocolate e são uma boa pedida para um fim de noite”.

Sobremesas

Alternativas

Além do vinho, existem outras opções de bebidas derivadas da uva que se encaixam muito bem ao clima invernal, como a graspa (ou grappa) e o brandy. Lilian explica que a graspa (grappa) é uma bebida de origem italiana, feita a partir do bagaço da uva e tem entre 37% e 60% de teor alcoólico: “Pode ser servida como aperitivo, digestivo ou ainda ser usada no preparo de drinks, substituindo a cachaça, por exemplo”. Já o brandy é um destilado do vinho, semelhante ao conhaque, com teor alcoólico entre 40% e 60%: “É uma ótima opção para ser servido após a refeição. Pegue uma taça e beba devagar, à beira da lareira, sem pressa”.

Para fazer em casa

Que tal usar o vinho para preparar um drinque quente delicioso? Com apenas alguns ingredientes você pode transformar a sua experiência com a bebida ainda mais especial.

Receita de vinho quente

Você vai precisar de:

  • Alguns recipientes de vidro
  • Canela em pau
  • Rodelas de limão siciliano
  • Cravo
  • Cardamomo
  • Estrelas de anis
  • Açúcar mascavo
  • E, claro, o seu vinho favorito

Passo a passo

  1. Em uma panela coloque o vinho, o açúcar mascavo, o cardamomo, anis e canela. Aqueça em fogo médio por 15min ou até que atinja o ponto de fervura.
  2. Para servir, decore o limão com cravos e coloque duas rodelas em cada recipiente, junto com a canela, duas estrelas de anis, cardamomo e açúcar a gosto. Finalize com o vinho quente.

Para conferir mais receitas, acesse nosso e-book Sabores de Inverno

Imagens: Westwing, Living4media

Carolina Silveira

Já conhece o nosso App?

Baixe agora
Baixe agora