Quer saber mais? Leia nosso guia!

Guia Westwing paraUpcycling

O nome upcycling ainda sem tradução para o português, pode até parecer estranho ou pouco familiar para muitas pessoas, mas com certeza o conceito que está por trás dele promete agradar a todos que buscam por inovação sustentável. Quem busca sempre o novo e não tem receio de experimentar certamente vai libertar ainda mais a imaginação e se identificar de cara com esse poderoso, e talvez ainda pouco difundido, conceito de reutilização.

Quem conhece o Westwing sabe que inovar faz parte no nosso estilo, já que sempre estamos a procura de inspirações, seja no ineditismo das atuais tendências mundiais ou mesmo na tradição e elegância dos itens históricos que marcaram época. Acreditamos que assim podemos tornar o mundo mais criativo e interessante. E é por isso que valorizamos ideias como o upcycling, uma prática que é mais que promissora, é transformadora.

Upcycling nada mais é do que o processo de transformar diferentes tipos de resíduos (considerados até então inúteis e totalmente descartáveis) em novos produtos e materiais, aumentando seu valor monetário e a sua vida útil. Um conceito que ajuda na manutenção de uma vida ecologicamente correta.

Upcycling x Reciclagem

A associação de upcycling com a reciclagem é instantânea assim que ouvimos uma explicação básica sobre do que se trata o conceito. Porém, é importante saber diferenciar essas duas formar de lidar com os resíduos.

Upcycling é o processo de recuperação de materiais que seriam descartados de qualquer forma, e que não teriam outro destino além do lixo. Materiais com potencial de utilidade são reaproveitados (o máximo possível ainda em sua forma original) para se tornarem um produto de maior valor e maior qualidade. E tudo isso feito sem o uso de qualquer energia durante as etapas, tornando o upcycling, assim, um processo totalmente benéfico à natureza.

A reciclagem, por sua vez, consiste no processo de recolhimento de materiais já descartados, que posteriormente são separados e processados, muitas vezes com processos químicos e físicos, para se tornarem novos produtos.

Benefícios do Upcycling

O primeiro registro do termo upcycling é do ano de 1994 e aconteceu durante uma entrevista do empresário e ambientalista Reine Pilz. Na época, ao comentar sobre o grande desperdício de material – principalmente tijolos, concreto e madeira –Reine usou o termo “downcycling” como forma de critica. E apontou que a Europa, sobretudo a Alemanha, precisava valorizar mais seus produtos.
O mesmo termo também foi usado posteriormente no livro Cradle to Cradle: Remaking the Way We Make Things (“Criar para Cuidar: Refazendo a maneira como fazemos as coisas”, em tradução livre), de William McDonough e Michael Braungart. No livro, publicado no ano de 2002, os autores concordam com Reine Pilz quando apontam a necessidade de sempre evitarmos qualquer desperdício de materiais potencialmente úteis, fazendo uso dos já existentes.

O upcycling nos ensina que ter uma vida sustentável vai além de simplesmente reaproveitar coisas. É preciso pensar também na energia que gastamos para reaproveitá-las e fazer as escolhas mais econômicas e inteligentes possíveis. Prolongar a vida útil de um produto ou objeto com o upcycling depender de recursos energéticos é uma prática ecologicamente correta e que, com certeza, vai transformar a sua criatividade também.

Próximas campanhas