Mesa Japonesa

Mesa Japonesa

Compartilhe

WESTWING NA MÍDIA:
Quer saber mais? Leia nosso guia!

Guia Westwing paraMesa Japonesa

A culinária japonesa caiu no gosto dos brasileiros há alguns anos e, desde então, sushis, sashimis, tempurás, niguirizushi, temakis, missoshiro entre outros pratos estão presentes em diversos restaurantes e lares do país. Porém, com a diferença de culturas, existem alguns acessórios, louças e talheres diferentes que são feitos especialmente para montar uma mesa japonesa e servir uma refeição completa e tradicional.

Um jantar oriental pode ser muito gostoso e elegante se feito da forma tradicional. O Westwing te ajudará a montar uma mesa japonesa com os acessórios corretos para cada uso, além de dar dicas de como decorar sua casa para recepcionar uma festa com muito estilo. Veja também nosso guia de etiqueta japonesa e aprenda como comer e servir. Siga nossas ideias, inspire-se e faça bonito em mesas japonesas de restaurantes ou em casa.

Acessórios para Montar uma Mesa Japonesa

Existem diversos tipos de acessórios para montar uma mesa japonesa. Alguns estão sempre presentes, como o hashi, que é um talher especial em forma de pauzinhos e o nozoki, a molheira para shoyu. Porém, o uso da maioria dos acessórios em uma mesa japonesa depende do que será servido na refeição. Veja alguns casos:

Sushi/Sashimi: para servir sushi e sashimi em uma mesa japonesa, é indicado o uso de bandejas, pratos giratórios ou os tradicionais barcos e pontes. Os convidados comem em um kakuzara, que é um prato para consumir o sushi.

Saquê: a bebida fermentada não pode faltar em uma mesa japonesa. Ela é servida em um massu, um copo quadrado que descansa em um pires chamado de ukessara.

Sopas: as sopas são geralmente consumidas em tigelas, chamadas de owan ou tchawan.

Arroz: o arroz é tradicionalmente servido em ohitsu, um pote com tampa, ou em uma hanguiri, que é uma bacia. Na mesa japonesa é indicado ter uma colher para arroz, a shamoji, que possui o formato de uma espátula.

Teppan: o teppan é levado à mesa ainda quente em uma chapa, que mantém a temperatura do alimento.

Chá: em uma mesa japonesa, o chá é servido em chaleiras, que podem ser feitas em ferro fundido ou porcelana. A xícara de chá oriental se chama kobati e não possui alças.

Como Decorar uma Mesa Japonesa

Um jantar oriental costuma ser servido em mesas baixas ou até mesmo no chão. Se você possui uma mesa de centro grande, experimente servir a refeição nela e acomodar seus convidados em futons ou almofadas espalhadas pelo chão.
As louças orientais, algumas pintadas a mão, são objetos decorativos bonitos para compor a mesa japonesa. Combine-as com vasos de porcelana estampados e galhos de cerejeira floridos. Utensílios de bambu dão um toque oriental à decoração e podem estar presentes em forma de hashis, esteiras, jogos americanos e travessas. Para complementar a mesa japonesa, pendure algumas lanternas de papel na sala.

Etiqueta japonesa

A etiqueta de uma mesa japonesa pode ser muito diferente da brasileira. É indicado seguir algumas regras de bons costumes orientais ao ser o anfitrião ou convidado de um jantar típico.
Antes de iniciar a refeição, é costume em uma mesa japonesa dar aos convidados uma toalha quente para que eles limpem as mãos. Após a higienização, a toalha deve ser colocada sobre a mesa, sem dobrar.
Ao contrário da etiqueta ocidental, na qual temos o costume de servir entrada e prato principal, na cultura oriental não há ordem de alimentos. Em uma mesa japonesa, porém, recomenda-se tomar chá verde entre os pratos para limpar o paladar.

O saquê é tradicionalmente servido com pires. Ao contrário do que costumamos fazer com o café, somente o massu, o copo, é levado à boca. Em uma mesa japonesa, não é de bom tom se inclinar à mesa para tomar o saquê. Não é recomendado servir a bebida acompanhada de sal.

Os hashis costumam ser motivos de dúvidas para os brasileiros. A maneira correta de pegá-lo é do meio para cima, nunca na parte inferior. Evite espetar o hashi na vertical e gesticular com ele nas mãos. O talher deve ficar em um suporte próprio na mesa japonesa. Para os que não se dão bem com o hashi, é mais indicado pedir talheres ocidentais do que prendê-lo com elástico.

O shoyu deve ser usado somente em peixes crus e nunca em sushis recheados de legumes. A parte a ser mergulhada no molho deve ser sempre a do peixe, e não a do arroz.

Alguns desses costumes são adaptáveis para os costumes ocidentais. Porém, alguns deles tem como objetivo melhorar o sabor da sua refeição. Siga nossas dicas, monte uma mesa japonesa e receba pessoas para um jantar tipicamente oriental.

Próximas campanhas