Renda-se à renda - A história, os estilos e a decoração

Alençon, Renascença, Chantilly, Richelieu, Francesa, Guipir… Em seus mais diversos tipos, a renda é uma técnica consagrada. As pequenas aberturas que formam desenhos decorativos na superfície de têxteis tiveram os primeiros registros com os faraós. Eles usavam um pano de linho ornamentado com fios coloridos e exploravam as formas geométricas. Saiba mais sobre a história, os estilos e a decoração com renda!

Decoração com renda. Toalha de renda.

Tendência eterna

Realçar a essência das mulheres e destacar a elegância das curvas feminina estão entre os principais objetivos da renda atualmente. Mas sua história começa séculos atrás, quando o uso restringia-se aos mantos do clero e da realeza, geralmente sob a forma de passamanaria dourada ou prateada. Nos séculos XVII e XVIII, ela se estendia aos detalhes de acessórios criados para enfeitar os cabelos, a babados, aventais e adornos de vestidos.

Técnicas e tecidos de renda. Renda e agulhas.

Curiosidades

Catarina de Médici
Foi no reinado dela, em 1547, que o uso da renda foi introduzido na corte francesa.

Tipos de rendas
Existem inúmeras técnicas e as mais conhecidas são:
A técnica de bilro – Feita com vários fios que, nas pontas, recebem bilros (peças de madeira que auxiliam o trançar). Pode ser produzida em várias cores e é bastante usada em almofadas.
A técnica de agulha – Popular e geralmente na cor branca, permite confeccionar desenhos e padrões distintos. Pode ser aplicada em diferentes acessórios e decorativos.

Máquinas entram em cena
Apareceu no final do século XVIII, porém as patentes só saíram na Inglaterra a partir de 1758.

A história da renda. Origem da renda. Renda de bilro e renda de agulha.

E no Brasil?

A família real portuguesa trouxe a renda de bilros para o Brasil e ela se tornou, por muito tempo, a ocupação de freiras em conventos que teciam alfaias para os altares das igrejas. Depois que chegou ao Nordeste, a técnica nunca mais deixou nossas terras tropicais e foi passada de mãe para filha, sendo uma tradição até hoje.

Tipos de renda. Decoração com renda. Desfiles com vestidos de renda.

Vestidos de noiva, roupas de grife, toalhas de mesa, acessórios, cortinas… Se antes a renda estava restrita ao vestuário, hoje ela aparece em diversos segmentos e, inclusive, já está pronta para marcar presença em seu décor!

Decoração com renda

A delicadeza, feminilidade e sutileza da renda dão ainda mais graça aos objetos decorativos. Além disso, o resultado das formas e desenhos no tecido inspiram a criação de peças irresistíveis. Nós adoramos, e você?

Produtos rendados. Objetos de decoração rendados.

Priscila Silvério

Já conhece o nosso App?

Baixe agora
Baixe agora