Cidades coloridas

Da Bahia à Groelândia, separamos lindas cidades coloridas que prometem encantar os amantes da arquitetura e os apaixonados por turismo. São lugares que valem pelo menos uma visita e vários passeios. Confira e prepare seu roteiro de viagens!

Monte Carlo, Mônaco

cidade colorida: Monte Carlo, Mônaco

Com casas em estilo vitoriano, a estância é conhecida pelo luxo, praias, cassino e bares da alta sociedade. Abriga o Circuito do Mônaco, onde ocorre o Grande Prêmio de Mônaco de Fórmula 1, além de ser palco de competições de boxe, apresentações de moda e eventos de relevância cultural. Em 2009, uma pesquisa apontou os imóveis de Monte Carlo como os mais caros do mundo.

Chefchaouen, Marrocos

cidade azul Chefchaouen, Marrocos

Ruelas e becos em tons de azul! É isso que os labirintos da pequena Chefchaouen oferecem. A região serviu de refúgio para os judeus durante a Inquisição e, como legado, eles deixaram as paredes e fachadas com a beleza da cor que simboliza o céu.

Cinque Terre, Itália

Cidades coloridas: Cinque Terre, Itália

A região na costa da Riviera Ligure abriga cinco vilarejos: Monterosso, Vernazza, Corniglia, Manarola e Riomaggiore. Declarada Patrimônio da Humanidade pela UNESCO, atrai pessoas do mundo inteiro pela sua paisagem que combina tons pastel com cores mais vibrantes.

Caminito, Argentina

Cidades coloridas: Caminito, Argentina

Prédios baixos, casas antigas e cores vivas transmitem a energia da Caminito, localizada no bairro de La Boca, em Buenos Aires. A rua repleta de artistas e atrações é um dos pontos turísticos mais famosos da cidade. Nos anos 50, o pintor Benito Quinquela Martín se juntou com outros moradores do local para revitalizar as casas, que foram coloridas com as sobras de tintas das oficinas do porto.

Willemstad, Curaçao

Cidades coloridas: Willemstad, Curaçao

Curaçao já foi comandada pelos holandeses e, no final do século XIX, o governador acreditava que suas enxaquecas eram causadas por conta do sol do Caribe, que refletia nas paredes brancas. Assim, ele mandou pintar os prédios e as casas com outras tonalidades. Pelo menos essa é a lenda para o encanto colorido que predomina no local!

Nuuk, Groenlândia

Cidades coloridas: Nuuk, Groenlândia

Na capital da nação autônoma da Dinamarca, os prédios coloridos se destacam. Cada tom indica função do edifício: prédios comerciais são vermelhos, hospitais amarelos, delegacias pretas, etc. A tradição se mantém até hoje!

Pelourinho, Brasil

Cidades coloridas: Pelourinho, Brasil

A arquitetura carrega os tempos da colônia, o clima é histórico e o ambiente foi revitalizado! Estamos falando do bairro Pelourinho (Salvador), considerado Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco desde 1985. Nos anos 90, o local foi restaurado para receber visitas turísticas.

Priscila Silvério

Já conhece o nosso App?

Baixe agora
Baixe agora