Uma casa repleta de influências orientais

Jasmin Taylor é uma empreendedora de sucesso com raízes persas. Fundadora da companhia de viagens JT Touristik, ela já ganhou prêmios como  iF Design Award. A especialista em destinos exóticos, como os Emirados Árabes, levou todas as suas lembranças de viagens para a decoração de seu lar, em Berlim. E a Revista Westwing foi visitar esse espaço cheio de história para contar.

influências orientais
influências orientais na sala

No mesmo lugar, Jasmin estabeleceu sua casa e a sede de sua empresa. Com sorte, ela encontrou o local dos sonhos: uma construção erguida em 1887, com a planta assinada por uma mulher. “Eu adorei isso, pois pareceu bem incomum na época. Eu senti que me encaixava aqui”, comenta a empresária.

influências orientais na decoração
detalhes orientais

O trabalho de decorar o espaço ficou por conta do escritório de design Hans Winkler and Karim El-Barbari. A moradora explicou para os profissionais em qual atmosfera gostaria de morar. “Conforto, organização e um toque fashion foram componentes importantes no desenvolvimento do projeto. O resultado me deixou feliz e orgulhosa”.

sala com influências orientais
casa com influências orientais

Com um estilo próprio que ela batizou de “o encontro entre Pérsia e Prússia”, o lar de Jasmin demonstra que ali vive uma pessoa que adora viajar. “Os azulejos orientais na cozinha me lembram meu país nativo e suas lindas construções. Minha infância é representada pelo tapete persa que trouxe da casa dos meus pais. Tecidos em seda e luminárias são uma referência às minhas raízes iranianas”. Ou seja, assim como a empresária, a decoração é um misto de referências que resultam em uma linda estética.

sala de estar

Para ela, é muito importante que a residência reflita sua vida multi-cultural.

Em minha casa de Berlim eu quis ter um pedaço da Pérsia em todos os cômodos – por isso, coloquei tapetes persas em cada canto do lar.

Além das influências de seu país, Jasmin adicionou o aconchego alemão e, claro, sua identidade moderna e clean em todos os ambientes.

sala de jantar com influências orientais

Em um local tão pessoal não poderiam faltar algumas relíquias. O samovar, utensílio de fazer chá, pertencia a sua avó. “É uma herança de família que nós já passamos por diversas gerações”.

utensílio oriental

Quando questionada sobre o seu espaço preferido da casa, a empreendedora responde sem pestanejar: “A sacada! Adoro tomar um brunch ali. A vista linda do meu jardim me enche de alegria.”

detalhes orientais

Para os que também querer criar uma morada cheia de identidade como Jasmin, ela dá a dica: “Crie uma atmosfera com suas peças preferidas, suas lembranças e um oásis de bem-estar. O seu lar não é só um lugar no mapa”.

Camila Nakamura

Já conhece o nosso App?

Baixe agora
Baixe agora