Cores na decoração

As cores fazem parte de uma linguagem universal e são formas de expressões que influenciam diretamente em nossas emoções e humor. Em uma casa, elas revelam a personalidade e os costumes do morador. Mas é claro que na hora de compor os ambientes surgem diversas dúvidas. Você deve priorizar algumas questões como as sensações que quer transmitir e a função de cada cômodo. Aproveite algumas dicas para usar as cores na decoração!

Cores
Referências

Referências e padrões

Aos moradores de São Paulo indicamos os cursos gratuitos promovidos pelas fabricantes da Tintas Suvinil. Um deles ocorreu na última segunda feira, 18.03, na loja Tintas MC da Vila Leopoldina. Os consultores técnicos Didiel Tebar e David Abreu apresentaram conceitos interessantes ao público (formado principalmente por profissionais de pintura e consumidores). Uma boa dica foi buscar referências da natureza, pois ela oferece combinações harmônicas e inspiradoras. Outro conselho foi seguir o padrão “60, 30 e 10”, em que 60% do ambiente é composto por cores claras, 30% por intermediárias e 10% com as de destaque. Desta forma, explicam os técnicos, fica fácil equilibrar o visual.

Iluminação

Luz e tonalidades

Os consultores esclareceram como a absorção e reflexão da luz influenciam imensamente na percepção. Para chegar o mais próximo da realidade de uma cor, utilize lâmpadas incandescentes. Outra ideia foi aos que querem transmitir a sensação de ampliar ou reduzir um local. O branco e tons claros são adequados para dar uma sensação de alargamento a um corredor ou ampliar o pé direito se o mesmo for baixo, por exemplo.

Destaques

Destaque os cômodos

É possível perceber, principalmente nas novas residências, a tendência de ambientes integrados. As cores são grandes aliadas para destacar e diferenciar um cômodo do outro. Você também deve ficar atento com a proposta de cada local, pensando em qual sensação quer estimular, qual a função de determinado espaço e se ele serve para passagem ou longa permanência. Depois, faça pesquisas e procure referências para alinhar todos os conceitos em uma mesma decoração.

Intensidade

Intensidade e sobriedade

Existem algumas categorias de cores. Separar em dois grupos (quentes e frias) é uma maneira fácil de compreender as possibilidades. Quem quer espaços que inspirem ousadia e criatividade, pode utilizar as mais intensas como o vermelho e laranja. As tonalidades sóbrias são aquelas que propõem frescor, tranquilidade e calma. Basta pensar no sentimento que você quer despertar e escolher!

Detalhes

Doses essenciais

Flores, vasos, almofadas e outros complementos decorativos também trazem doses de cores. Seja com seus arranjos favoritos, estampas diversificadas ou peças estilizadas, é possível quebrar o ritmo monótono e dar vida à composição. Invista nos detalhes!

Tintas

Priscila Silvério

Já conhece o nosso App?

Baixe agora
Baixe agora