Design

Design

Compartilhe

WESTWING NA MÍDIA:
Quer saber mais? Leia nosso guia!

Guia Westwing paraDesign

O design, assim como a arte, está presente em todos os aspectos da vida. Desde as formas da natureza aos objetos que fazem parte do nosso dia a dia, das embalagens dos produtos que consumimos aos ambientes que frequentamos. Mas, como utilizar o design para transformar esses ambientes em locais inspiradores e funcionais? Como determinar as melhores opções de design de objetos e móveis que combinem com nossa personalidade e auxiliem nossa rotina, trazendo mais conforto, beleza e eficiência aos espaços que frequentamos?  

O designer é o profissional habilitado para ajudar nessas escolhas. Sua atuação vai muito além da elaboração de projetos em design gráfico. O designer de interiores é responsável pela seleção e organização dos móveis e objetos que compõem os ambientes, unindo beleza, conforto e funcionalidade, de acordo com os objetivos do cliente. Inspire-se com o design exclusivo dos móveis e objetos de decoração disponíveis no Westwing.

O Que É Design?

O design é um dos principais aspectos que torna os produtos diferentes e atraentes. Os móveis de design, em particular, possuem um visual único e especial, deixando cômodos minimalistas mais esplendorosos. Os itens de design também podem ser  um grande investimento, pois costumam durar muitos anos devido ao cuidado que recebem quanto à sua qualidade e acabamento.

design

Alguns produtos de design tornaram-se icônicos e, hoje, são considerados verdadeiros artigos de luxo. Um exemplo são as bolsas Birkin, da famosa grife francesa Hermès. Inspirada na cantora e atriz Jane Birkin, ela foi imortalizada em inúmeros editoriais de moda, além looks de celebridades do cinema e da TV, como no seriado norte-americano Sex and the City.

No Brasil, os objetos e móveis criados pelos irmãos Campana são um dos queridinhos do design contemporâneo nacional. Além de exibirem suas peças de design em museus e mostras de arte no exterior, eles são responsáveis por assinar o design de roupas e sapatos de grifes famosas, como a Lacoste, além das icônicas sandálias de plástico da marca Melissa – outro sucesso do design tupiniquim.

Design para a Casa

Antes da industrialização, móveis e objetos de decoração eram produzidos em menor escala, como peças únicas e diferenciadas. Com a produção em massa e o desenvolvimento constante da tecnologia, a fabricação de peças com design original ou exclusivo tornou-se um processo muito mais trabalhoso e caro. Hoje, os designers de móveis criam produtos mais democráticos e com um desenho que se adapte a diversos ambientes e estilos de decoração.

No entanto, no passado, alguns movimentos artísticos tentaram combinar a produção industrial moderna com a tradição artística. Nessa corrente de pensamento é que foi fundada uma das primeiras academias de design, a Bauhaus. Fundada em 1920 na Alemanha pelo arquiteto Walter Gropius, a escola ganhou fama internacional por suas criações engenhosas que se tornariam verdadeiros marcos na história do design mundial nos anos que se seguiram à Segunda Guerra Mundial.

Clássicos do Design por Épocas

De 1900 a 1949, à medida que se avançava a tecnologia, também avançava a produção de móveis em escala industrial. Foi durante esse período que surgiram nomes que marcariam a história do design, como Le Corbusier , Ludwig Mies van der Rohe, Alvar Aalto, Frank Lloyd Wright, Michel Thonet, Gerrit T. Rietveld, Walter Gropius, Wilhelm Wagenfeld e Poul Henningsen. Algumas peças emblemáticas dessa época foram a lâmpada Bauhaus, a cadeira Barcelona, o modelo S 33 de Thonet e as luminárias de Louis Poulsen.

Os anos 50 foram marcados pela reconstrução pós-guerra e pelo milagre econômico brasileiro. Depois de anos difíceis, os Estados Unidos foram coroados como a grande potência mundial. No design, o trabalho do casal norte-americano Charles e Ray Eames e arquiteto escandinavo Arne Jacobsen ganhou grande expressão. Entre os móveis dessa época destacam-se o modelo de cadeira 3107 de Arne Jacobsen,  fabricada por Fritz Hansen.

Os anos 60 foram considerados a década pop, o que se refletiu claramente no design de mobiliário através de cores vivas, formas orgânicas e materiais inovadores, como o plástico. A lâmpada de lava (do inglês “lava lamp”) de E. Walker e cadeira Panton o, do designer dinamarquês Vitra Verner, são alguns dos trabalhos expoentes do período.

Continuando com o estilo colorido dos anos 60, a década de 1970 destacou o sofá dobrável criado por Ligne Roset Togo e projetado por Michel Ducaroy, assim como o icônico sofá em forma de lábios vermelhos. A rede de lojas sueca Ikea também marcou época com a prateleira Billy.

Os anos 80 foram caracterizados por design minimalista, chamando atenção para o uso do couro preto e do vidro em praticamente todos os móveis anos 80. Neste momento notou uma modificação na aplicação do design e na percepção de diversos designers. A estrela desta época é Philippe Starck e suas cadeiras.

Na década de 1990, o uso de materiais naturais e o design clean predominaram. Enquanto a tecnologia modificava o mundo rapidamente e exaltava cada vez mais a necessidade de brevidade e mudança, os móveis anos 90 em casa seguiam o fluxo contrário, proporcionando ambientes de pausa e relaxamento. A fabricante E15 destacou-se neste período com o seu mobiliário em madeira, tais como a mesa de jantar Bigfoot, que foi imitada inúmeras vezes – sem dúvida um dos ícones do design dos anos 90.

Embora a história tenha coroado alguns nomes tradicionais, designers como Erwan e Ronan Bouroullec, Konstantin Grcic e Muuto trazem cada vez mais um novo olhar para o design do século XXI, prometendo peças inovadoras e deixando um novo legado para as artes e arquitetura contemporânea.

Westwing: o Extraordinário Mundo da Sua Casa!

Próximas campanhas