Colchão Box

Colchão Box

Compartilhe

WESTWING NA MÍDIA:
Quer saber mais? Leia nosso guia!

Guia Westwing paraColchão Box

Se tem uma coisa que não vale a pena economizar na hora de decorar seu quarto é na escolha da cama! O conforto na hora de dormir é extremamente importante, por isso testar os vários modelos de colchões que existem no mercado é preciso, além de considerar as necessidades do seu espaço. Pensando nisso, vamos falar de um exemplar que tem se tornado cada vez mais popular, o colchão box.

O colchão box geralmente compreende duas partes: uma cama box como base e um colchão em cima desta, mas existem modelos conjugados, onde ambos são presos. A ausência de cabeceira e de laterais com parte de madeira torna o colchão box uma ótima opção para quem não tem muito espaço no quarto. No Westwing você encontra as melhores dicas para ter uma casa linda, sofisticada e muito relaxante. Confira nosso site!

Colchão Box: Estrutura

A base da cama box geralmente é revestida com o mesmo tecido do colchão, quando são vendidos em conjunto. O box pode ser de modelo americano, todo fechado, ou baú, opção para quem deseja guardar peças que não são usadas frequentemente, como roupas de cama para o inverno ou verão, visto que o colchão costuma ser pesado e de difícil locomoção.

A base do colchão box é feita, na maioria das vezes, com madeira de reflorestamento, tanto no americano quanto no baú. Alguns fabricantes utilizam eucatex (uma espécie de papelão) na lateral do box entre a estrutura de madeira e o revestimento, mas isso prejudica a ventilação do produto, podendo causar mofo ou bolor, portanto evite.

Nos modelos de camas com colchão box baú, a abertura é feita pela parte de cima, por molas ou pistão hidráulico. Prefira os móveis com este último mecanismo, pois são bem mais resistentes.

Colchão Box: Materiais

O tipo de material usado na confecção do seu colchão box é muito importante, pois afeta diretamente o seu conforto e relaxamento. Sua estrutura pode ser composta por vários materiais. Escolha o melhor para você.

  • Molas Bonnel: São molas de aço entrelaçadas e cobertas por uma fina camada de espuma. Proporciona alto molejo ao colchão box, porém é mais aconselhado para camas de solteiro, pois movimentos feitos de um lado provocam abalos no outro.
  • Molas LFK: Sistema semelhante ao Bonnel, mas com maior estabilidade, conforto e firmeza.
  • Molas ensacadas (pocket): Modelo de colchão box mais vendido do mercado, apesar de ser mais caro que os outros, devido à sua estabilidade e altíssimo conforto. As molas são de fio de aço em formato de barril e são ensacadas individualmente. Esses colchões geralmente tem “pillow top”, uma camada extra de espuma.
  • Espuma de poliuretano: Possui várias opções de densidade para se adaptar a cada biotipo. Porém, sua vida útil é de apenas 5 anos, metade da dos modelos com mola. Não é um colchão box muito popular.
  • Espuma viscoelástica: chamada de espuma da NASA, seu material não deforma com o peso do corpo, tendo a capacidade de se moldar a seus contornos. É mais difícil de se adaptar no início a este colchão box, mas suporta qualquer peso e proporciona extremo conforto.
  • Espuma de látex: Sintético, bem macio e não “esquenta”. Dura 5 anos.

O colchão box está disponível nos principais tamanhos: solteiro, casal, queen e king size. Vá até uma loja, deite, sente e tenha paciência na hora de escolher seu colchão, pois essa decisão vai afetar sua saúde durante anos!

Próximas campanhas