Zanini de Zanine

Zanini de Zanine

Compartilhe

WESTWING NA MÍDIA:
Quer saber mais? Leia nosso guia!

Guia Westwing paraZanini de Zanine

Zanini de Zanine nasceu em Belmonte, no sul da Bahia e desde cedo se apaixonou por obras e serrarias. Para comprovar este fato, quando completou 13 anos resolveu presentear seus vizinhos com presépios de Natal, utilizando caixas de seringa do pai, um médico. Após um período, iniciou suas aulas particulares de desenho e então, trabalhou como desenhista em uma construtora. Foi neste momento que decidiu abrir sua empresa, voltada para a construção de maquetes.

Neste escritório foram fechados projetos assinados por Lúcio Costa, Oswaldo Arthur Bratke e até mesmo Oscar Niemeyer. Mais tarde, no ano de 1948, Zanini de Zanine abriu a “Zanini, Pontes e Cia. Ltda”, conhecida como “Móveis Artísticos Z”, em sociedade com Sebastião da Cunha Pontes e Paulo Mello, produzindo móveis para a classe media por cerca de doze anos, com seus artigos que apresentam forte influência modernista. O Westwing oferece dicas de decoração para os mais diversos espaços. Confira!

Zanini de Zanine: Criações

Com uma preocupação peculiar, a de integrar o projeto sem modificar a topografia do terreno, apostou no cerrado do Planalto Central como demonstração de projetos paisagísticos. Entretanto, com o golpe militar, em 1964, Zanini de Zanine exilou-se e reapareceu somente no final dos anos 60, período no qual construiu inúmeras casas na cidade do Rio de Janeiro, especificamente no bairro de Joatinga.

Os projetos arquitetônicos de Zanini de Zanine se caracterizaram por detalhes coloniais e ao mesmo tempo modernos, com certas escolhas de materiais para preservar o meio ambiente e elevar o tema de autoconstrução. Já nos anos 80, Zanini de Zanine, acaba por criar uma interpretação inovadora sobre as tradições artesanais de Nova Viçosa com a finalidade de transforma-la na capital cultural. Criou ainda o Centro de Desenvolvimento das Aplicações da Madeira, conhecido como o núcleo de estímulo `a pesquisa sobre o uso das madeiras brasileiras em construções civis.Zanini de Zanine tinha como foco não permitir o aumento da destruição das florestas.

Reconhecimento

Por não possuir um diploma, Zanini de Zanine viu-se proibido de exercer a profissão, isto, foi impedido de continuar a construir certos projetos. Mas graças ao domínio total de técnicas e matérias, teve o tão sonhado reconhecimento como arquiteto honoris causa. Depois deste empecilho, seu trabalho foi exposto no Museu do Louve, na França, o que o permitiu conquistar o reconhecimento internacional. Desde então é lembrado por ter seus desenhos inspirados nos projetos do próprio pai.

Zanini de Zanine pode ser reconhecido como maquetista e mestre de obras em madeira, um excelente arquiteto autodidata, que a cada ano ganha mais peso no ramo de designers e mostra que seu trabalho tem talento e fundamento, provando não ser apenas filho de um outro grande arquiteto e designer.

Apostas para Decorar

Zanini de Zanine aposta em composições ousadas, que não temem em optar pela versatilidade de formas e materiais, podendo mixar estilos e cores para gerar um ambiente totalmente polivalente e apresentar certa sintonia, oscilante entre o moderno e o contemporâneo, mas sem perder a identidade. “Zanini de Zanine consegue extrair potencial em diferentes matérias-primas e processos industriais, além de encontrar soluções inusitadas na hora de conceber os projetos, tornando seus produtos realmente únicos”, comenta Alexandre Lazzarotto, diretor da Allê Design (empresa responsável pelo lançamento de uma coleção de móveis infantis, em metacrilato, assinada pelo designer em 2009).

A ideia é unir autenticidade e forca de expressão, sem deixar a lado a cultura brasileira de forma clara e bem humorada. As matérias-primas de reuso, como no caso, a madeira de demolição, de forma desenvolta.

Próximas campanhas