Verner Panton

Verner Panton

Compartilhe

WESTWING NA MÍDIA:
Quer saber mais? Leia nosso guia!

Guia Westwing paraVerner Panton

Dinamarquês, tendo contribuído com a concepção da lendária cadeira "The Ant", do conterrâneo Arne Jacobsen, Verner Panton (1926—1998) foi mais um expoente do seu país nas áreas de arquitetura e design, com uma proposta futurista de suas peças com cores vibrantes, formas geométricas e, até então, impensáveis para a composição de cadeiras e poltronas, por exemplo, e notoriedade que se estende até a segunda década do século 21.

Século em que nos encontramos e, graças ao Westwing, podemos encontrar móveis assinados por grandes nomes do design, além de acessórios e itens decorativos com descontos de até 70%. Por isso, a inspiração que vem dos anos 50 e 60, que vamos mostrar neste especial sobre o dinamarquês Verner Panton, pode oferecer maneiras inventivas de você caprichar na remodelagem do seu lar. Reinvente-se, e aos seus móveis favoritos, com o Westwing!

Vida e obra de Verner Panton

Graduado em Arquitetura na Academy of Art de Copenhagen, Verner Panton era tido como um garoto-problema e, mesmo após trabalhar com Arne Jacobsen, encontrou caminhos tão sinuosos quanto as suas obras em um estúdio próprio.

Suas influências são nítidas do movimento artístico Pop Art, em uma referência despojada na criação de seus projetos, como se o revolucionário artístico atingisse, também, as camadas mais sóbrias do design mobiliário.

Prova disso foi o sucesso retumbante de sua cadeira Panton, assinatura principal do artista e que, quando lançada, em na década de 1960, gerou surpresa e encanto, pela sinuosidade de seu projeto, moldada em uma peça de plástico, apenas, tanto na composição da forma quanto do material utilizado.

Futurismo atemporal nas peças de Verner Panton

Além da famosa cadeira, que acabou por levar o seu sobrenome, Verner Panton trouxe mais formas de inovar e tornar sofisticada a decoração com projetos distintos, como uma versão da sua própria cadeira, mas em dois níveis, luminárias coloridas e poltronas moldadas em outras formas conhecidas, como um coração, por exemplo, ou no formato de cone.

O despojamento evidente e as cores expressivas, bem como as formas pouco convencionais, foram o suficiente para tornar as cadeiras Panton atemporais, ou seja: pertencentes a qualquer época, parecendo sempre estar um passo à frente, mas ainda adaptável ao período, decoração e ambiente no qual estiverem inseridas.

A sua coleção e o legado de sua obra

Verner Panton deixou um legado extenso, no qual a sua identidade ficou marcada pelo humor, sinuosidade na formação das peças e, principalmente, no descontentamento pelo banal e comum na decoração.

Além da cadeiras Panton, o Verner Panton foi tido como o pioneiro na criação de um inflável, bem como o precursor de outras peças que desafiavam a lógica e, por consequência, a gravidade, em alguns casos.

Aplicações da obra de Verner Panton no lar

As peças em plástico moldado, lisas e coloridas se encaixam com disposição descontraída em ambientes internos e externos. Podem fazer justiça ao conforto em jardins e quintais, bem como aplicam sofisticação e requinte, quando aplicadas ao redor de suntuosas mesas de jantar.

A beleza das peças de Verner Panton está na completa identificação com a sua decoração, parecendo se adaptar a tudo – inclusive ao estilo que você consegue moldar, com eficácia e elegância, no Westwing.

Próximas campanhas