Tecidos Infantis

Tecidos Infantis

Compartilhe

WESTWING NA MÍDIA:
Quer saber mais? Leia nosso guia!

Guia Westwing paraTecidos Infantis

Trabalhar com o universo infantil é sempre algo muito recompensador. Lidar com a inocência das crianças e entrar no seu mundo mágico de desenhos e fantasias, faz muitas vezes com que a gente volte a ser criança. Para entrar neste universo imaginário criativo e fazer uma decoração e peças de roupa que transmitam esta ideia, é preciso apostar em tecidos infantis que trabalhem com desenhos e criações que façam parte desta inocência dos pequenos.

Há vários tipos de tecidos infantis no mercado que podem compor as mais diversas opções de roupas e peças de decoração. As cores doces, o colorido, os desenhos chamativos e de personagens encantam e dão origem a novas peças que fazem a alergia dos papais de plantão e da criançada também. Se você quer conhecer os tipos de tecidos infantis e quais as suas aplicações, acompanhe aas dicas que o Westwing preparou para você.

Tecidos Infantis Ideais para Bebês

Quando o bebê nasce, sua pele é bem fininha e delicada, por isto, é recomendado usar um tipo específico de tecido para evitar qualquer tipo de reação alérgica na pele do bebê, por isso o material mais usado para as roupinhas do recém-nascido é o algodão, que é antialérgico e por isso mesmo é um dos tecidos infantis mais usados.

 Tipos de Tecidos Infantis

A indústria de moda infantil está investindo cada vez mais em tecidos infantis tecnológicos extremamente confortáveis e com inúmeros benefícios têxteis, que proporcionam melhor caimento e aconchego para os pequenos.

Um dos tecidos infantis mais utilizados na confecção de roupas infantis ainda é o algodão. Ele é imbatível no quesito maciez. No entanto, nem todas as roupinhas são feitas de 100% algodão. Algumas misturam esse material com o poliéster e o resultado são roupas resistentes que secam mais rápido e quase não amassam, porém, perdem um pouco da maciez.

Em geral, tecidos infantis feitos de fibras naturais como as malhas, viscolycra, suedine e cambraia valorizam a liberdade de movimento e favorecem a transpiração.

Existem muitas opções de tecidos infantis no mercado. A malha tem a vantagem de ser extremamente versátil e sempre confortável. Ela é um dos tecidos infantis que possuem ótimo caimento e tornam a roupa chique e ao mesmo tempo gostosa de usar.

Vale a pena investir em tecidos infantis de alta qualidade e durabilidade, contanto que ofereçam maciez, conforto e flexibilidade para não atrapalhar o movimento dos pequenos. Também é importante que o tecido seja arejado, deixando a pele respirar.

Para bebês, dê preferência aos tecidos infantis pouco felpudos. Algumas lãs, por exemplo, soltam pelos que podem atingir os olhinhos, boca e nariz do bebê, causando irritações. O melhor é procurar tecidos infantis antialérgicos para mantas como os quilts, que têm uma reforço fofinho por dentro e casaquinhos dos mais pequeninos.

Algumas lojas oferecem lindas roupinhas como vestido longo para as meninas e casacos para os meninos em tecidos infantis nobres como o linho e a caxemira, mas não são os mais recomendados. Peças de brim, só se forem muito macias, senão a criança terá dificuldade para se mexer.

Próximas campanhas