Tapete Japonês

Tapete Japonês

Compartilhe

WESTWING NA MÍDIA:
Quer saber mais? Leia nosso guia!

Guia Westwing paraTapete Japonês

Motivos para se apaixonar pela cultura japonesa não faltam. Das lendas e fatos históricos, que apenas enriquecem a trajetória do país na terra do sol nascente, às modernidades tecnológicas que dão referência e nova solidez ao seu povo e cultura, os caminhos percorridos pela sociedade japonesa culminaram em uma série de inspirações que, além de ser a raiz social deles, criou uma composição única que é amplamente disseminada e praticada mundo afora. O tapete japonês está entre esses itens exportados.

Os tapetes japoneses seguem, essencialmente, uma inspiração de estilos que são sabiamente replicados a partir das origens dos tapetes orientais, que são desejo de consumo em países ocidentais, devido à criatividade na confecção, à durabilidade dos tecidos utilizados e a versatilidade no estilo que embarga a sua casa ou apartamento. Por isso, o Westwing preparou este especial sobre o tapete japonês, visando muita inspiração nos seus projetos. Confira!

A Essência de um Tapete Japonês

Enquanto alguns estilos de tapete japonês pegam emprestada a essência dos tapetes orientais, como o persa, por exemplo, o grande motor propulsor nipônico nessa área é o tatame, um típico tapete japonês que é utilizado amplamente na decoração do lar e que, em uma decoração étnica, não pode faltar.

Falaremos, mais à frente, sobre o tapete japonês tatame, nos atendo, primeiramente, aos tapetes gerais já citados, que contam histórias, lendas e trazem muito requinte na composição do lar. E, abaixo, podemos conferir um pouco de toda essa rica e diversificada cultura que se imprime em estampas e uma série de cuidados para tornar o tapete japonês memorável.

Bordas secundárias: elas podem vir tanto na parte interna do tapete japonês quanto na área externa, tendo relação direta com a borda principal. Coloridas, criam composições de contraste com o tema central da peça, normalmente.

Borda principal: ela dá o tom ornamental da tapeçaria, visando balancear todos os arredores do tapete japonês.

Campo: mais conhecido como a parte interna do tapete, que cria limites para as suas bordas.

Cantos: todas as angulações do tapete são os cantos.

Medalhão central: de acordo com o estilo adotado, no tapete japonês, essa figura dá mais forma e estilo à peça.

O Uso do Tatame na Decoração

Já o tatame é o tapete japonês mais popular, que se difunde o uso para as mais variadas ocasiões e ambientes, propondo a raiz da cultura nipônica em uma única peça.

Feito nos mais diversos materiais, como palha de arroz, sarja e mais uma série de outros itens, o tatame vem, também, em uma série de tamanhos, permitindo que possa ser utilizado na sala, no quarto e em outros locais que você esteja idealizado novas funções a ele e à decoração japonesa.

Para fazer companhia ao tatame, é comum ter almofadas de todos os tamanhos, texturas e níveis de conforto espalhadas pelo ambiente. Elas criam um aconchego mais intimista ao local, sendo um diferencial e tanto na composição da sua sala de estar, por exemplo.

Inspire-se no tapete japonês e na forma como a sua cultura pode criar composições únicas ao seu lar com as dicas do Westwing!

Próximas campanhas