Serrote

Serrote

Compartilhe

WESTWING NA MÍDIA:
Quer saber mais? Leia nosso guia!

Guia Westwing paraSerrote

A marcenaria é uma arte com a qual se pode criar profunda intimidade com a prática, principalmente, mas desde que igualmente amparado pelos materiais e ferramentas mais adequados para a realização de cada trabalho. Um dos mais populares itens que não faltam nas caixas de ferramentas domésticos e profissionais é o bom e velho serrote, cuja maior especialidade é o trabalho com a madeira, gerando composições únicas e personalizadas na ambientação do lar.

Os serrotes, em geral, são itens básicos da marcenaria e que possuem em sua confecção um estilo único, no qual se evidenciam as suas características básicas com a lâmina larga e, também, pelos dentes afiados e travados. Deseja saber um pouco mais sobre o serrote e as suas aplicações no dia a dia? Então confira mais um especial do Westwing que vai esmiuçar as muitas utilidades práticas para o serrote. Confira!

Dicas para Escolher o Serrote

Caixas de ferramenta não fogem à presença de alguns itens básicos para reformas corriqueiras ou grandes projetos. E o serrote é um deles. No entanto, uma série de modelos e detalhes torna a ferramenta um tanto confusa para quem está à procura de um modelo específico ou, até mesmo, algo genérico para todos os tipos de obras.

Em geral, o serrote é fabricado à base de um aço especial e, após um tratamento térmico especial, recebe toda a durabilidade e resistência que se espera desse versátil produto, cuja principal função o próprio nome já diz qual é.

Por isso, ao escolher o seu serrote, deve-se levar em conta alguns detalhes básicos dessa ferramenta:

  • Acabamento: com um acabamento bem feito, o serrote ganha mais resistência às ações do tempo e à ferrugem. Além disso, uma ferramenta sem saliências garante que o atrito com a superfície a ser trabalhada seja ainda menor.
  • Dentes: é sempre com conferir, antes de comprar serrotes, se os dentes estão alinhados e se possuem o mesmo comprimento. Isso é fundamental para a realização de um trabalho de qualidade.
  • Tensão: para saber se a tensão do seu serrote é adequada, posicione uma régua sobre a lateral da ferramenta e flexione-o, ligeira e delicadamente. Caso o intervalo entre o serrote e a régua forme um arco perfeito, a tensão está perfeita. Caso fique irregular, a ferramenta apresenta desequilíbrio, o que pode prejudicar o seu bom uso.

Aprenda a Usar o Serrote Corretamente

A seguir, separamos algumas dicas para quem deseja aprender a usar corretamente o serrote e partir para as suas criativas reformas em nome do bom gosto decorativo:

  • Lembre-se de alinhar o punho e o braço em um ângulo de 45° 60°, caso o corte a ser feito seguirá o veio da madeira;
  • Faça movimentos suaves e curtos, a princípio;
  • Para estabilizar o serrote, utilize o polegar da mão livre;
  • Após iniciado o corte, seja firma e faça movimentos alongados;
  • A pressão deve ser controlada para evitar trepidação.

Com as dicas do Weswing, seus primeiros trabalhos com o serrote têm tudo para já seguir os primeiros passos para o sucesso!

 

Próximas campanhas