Sensor de Presença para Iluminação

Sensor de Presença para Iluminação

Compartilhe

WESTWING NA MÍDIA:
Quer saber mais? Leia nosso guia!

Guia Westwing paraSensor de Presença para Iluminação

A iluminação é ponto essencial da casa e sem ela algumas tarefas se tornam quase impossíveis de se executar. Seja ao carregar muitos objetos para o cômodo ou até para economizar tempo perdido procurando o interruptor de cômodos escuros, o sensor de presença para iluminação facilita as atividade rotineiras ao acender as luzes do cômodo sem precisar de nenhum botão para que as luzes se acendam.

O sensor de presença para iluminação também é útil para abaixar os números da conta de luz, assim como para os favoráveis à economia e sustentabilidade, pois evita que os esquecidos deixem as luzes acesas após deixar o cômodo. Confira nesta página do Westwing as dicas para escolher os lugares mais indicados ao uso do sensor de presença para iluminação e descubra um pouco mais sobre o seu funcionamento. Inspire-se em nossas ideias e facilite a rotina de casa.

Como funciona um Sensor de Presença para Iluminação Sensor de Presença para Iluminação

O sensor de presença para iluminação em como função acender as luzes do ambiente automaticamente ao captar que uma pessoa está no local. O dispositivo também apaga as luzes com tempo programado após o último movimento detectado no ambiente.

Apesar de ser chamado de sensor de presença, esse dispositivo não se guia através de movimentos para acionar as luzes e sim pela variação de temperatura. Sendo assim, com tecnologia infravermelha, o sensor de presença para iluminação é calibrado para a temperatura do corpo humano, que em média é 35ºC. A partir dai, por meio da luz refletida, mede a distância da pessoa através do cálculo da frequência do sinal.

Onde usar um sensor de presença para iluminação

Para instalar o sensor de presença para iluminação, escolha lugares os quais precisa-se de iluminação constante quando houver uma pessoa nesse cômodo. Geralmente esses lugares são locais de passagem ou de permanência curta, como corredores, halls de entrada, banheiros, depósitos ou até calçadas, por exemplo.
Como a intenção do sensor de presença para iluminação é acender as lâmpadas, quando houver uma pessoa no local, em alguns casos, o sensor irá ativar a iluminação várias vezes ao dia, acendendo e apagando a lâmpada constantemente. Para isso, não é recomendado o uso de lâmpadas frias, pois elas apresentam um ciclo de vida proporcional ao número de vezes que estão acesas, acabarão queimando com maior facilidade. Nesse caso, prefira as lâmpadas quentes ou incandescentes para iluminar os locais que terão o sensor de presença para iluminação.

Siga as dicas do Westwing e crie ambientes práticos e funcionais para a rotina da casa.

Próximas campanhas