Rádio Retrô

Rádio Retrô

Compartilhe

WESTWING NA MÍDIA:
Quer saber mais? Leia nosso guia!

Guia Westwing paraRádio Retrô

Foi em 1920, nos Estados Unidos e Argentina, que o rádio surgiu para entreter. No Brasil, o equipamento deu o ar de sua graça em 1922, transformando oficialmente e sem fins civis a forma de se comunicar, divertindo milhões de famílias que, em torno do aparelho, envolviam-se com as radionovelas e óperas e se informavam sobre os caminhos políticos percorridos pelo país. Hoje conhecido como rádio retrô, este mesmo objeto virou tendência e uma forma encantadora de decorar.

Vendido em lojas especializadas em artigos vintage ou em sua versão original, reutilizado no décor de casa, um rádio retrô é capaz de dar o tom à decoração, compondo-se positivamente com qualquer estilo, cenário e elemento decorativo. Com o Westwing você descobrirá que o rádio retrô existe em diferentes modelos, robustos ou delicados, de básicos a coloridos, e também aprende como utilizá-lo com harmonia, beleza e elegância nos ambientes do lar. Confira!

Curiosidades

O rádio retrô já faz parte de muitas residências atuais que têm como foco a elaboração de um décor singular, ousado e original, mesmo se tratando de uma peça antiga, o que confirma que o rádio retrô é um dos tipos de adorno preferidos entre designers contemporâneos e moradores antenados apaixonados pelas tendências dos anos 50, 60 e 70.

Grande parte do resultado positivo obtido com o uso de um rádio retrô se dá pela versatilidade de modelos do aparelho, que pode ser encontrado com formatos, cores, tamanhos e materiais diversos. O rádio retrô tem como uma das principais características os tons fortes de vermelho e preto ou bem clarinhos de azul e rosa. Quando de madeira, o rádio retrô costuma ser bastante robusto, alguns parecidos com antigas vitrolas ou amplificadores; já o rádio retrô de plástico é menor, portátil e seus modelos são de mesa ou rádio relógio, ambos com funcionamento a pilha.

Rádio_Retrô

Com seu sintonizador de frequência manual inconfundível, grandes botões, antena e linhas arredondadas, o rádio retrô ainda serve como referência para outros objetos decorativos, utensílios e, inclusive, móveis super curiosos e cheios de estilo: armários e aparadores de MDF com pés palito, porta-canetas, porta-objetos, cofrinho, mouse pad e almofadas, todos com o formato ou estampa que simula um rádio retrô.

O Rádio Retrô em um Décor Moderno

Os eletroeletrônicos foram umas das grandes sensações da decoração de casas de algumas décadas atrás. Assim, o rádio retrô figura como um dos principais elementos da época que trazem personalidade para o design atual, com o encanto único e a graciosidade de suas réplicas.

Pensando nisso, indústrias e lojas que trabalham com decoração vintage criaram modelos de rádio retrô de última geração, com funcionalidades diversas e práticas, como relógio digital, alarme, slot para cartão de memória SD e entrada para CD e USB, mas sem perder o toque remoto; outros tipos de rádio retrô modernos carregam as mesmas facilidades tecnológicas, porém, com as características originais de um rádio antigo, como toca-discos e toca-fitas.

Na Decoração

Mesmo que o estilo da sua casa seja contemporâneo, um rádio retrô pode ser usado apenas para dar um toque charmoso à decoração e criar uma referência retrô discreta. Um rádio retrô pequeno e na cor vermelha em um dos cantos do balcão da cozinha, por exemplo, deixará o ambiente mais destacado e original. Já para salas de estar e quartos, a dica é pelo modelo de rádio retrô de madeira escura ou de plástico na cor azul bebê; se composto com outros elementos antigos, como puxadores retrô ou um abajur clássico, criará um estilo vintage bem delicado.

Esta mesma composição com o uso do rádio retrô também combina com outros estilos, como o shabby chic e industrial; basta inserir no ambiente algum elemento que tenha ligação com os esses padrões estéticos: uma luminária provençal para o primeiro e um ventilador de metal para o segundo, por exemplo. Opções de décor que demonstram o quanto um rádio retrô é eclético e especial.

Próximas campanhas