Quadros de Van Gogh

Quadros de Van Gogh

Compartilhe

WESTWING NA MÍDIA:
Quer saber mais? Leia nosso guia!

Guia Westwing paraQuadros de Van Gogh

Artista de renome, obras muito valorizadas no segmento da arte internacional, Van Gogh foi um grande pintor que é lembrado como um dos principais da sua época. Dotado de um talento genuíno, o pintor deu vida a diversas pinturas, embora tenha sido calcado como um verdadeiro desastre em vida, ele deixou um amplo acervo. Hoje, os quadros de Van Gogh fazem sucesso e são considerados verdadeiros tesouros – expostos em museus para todos apreciarem sua beleza.

Os quadros de Van Gogh são conhecidos por linhas marcadas e a aplicação de cores vibrantes, o que pode se tornar numa linda inspiração para decorar os ambientes da casa. Por isso, o Westwing trouxe algumas dicas para levar ao seu lar detalhes dos quadros de Van Gogh, com dicas para combinar com alguns estilos de decoração e criar combinações poderosas, e ainda descontos especiais de até 70%. Confira!

Os Quadros de Van Gogh

Ao observar os quadros de Van Gogh é possível perceber a essência da alma do artista em cada pincelada. A harmonia entre as cores e a busca pela realidade aflora ao identificar um componente emocional nos quadros. Vincent Van Gogh nasceu na Holanda, em 30 de março de 1853 e tinha dois irmãos, sendo um deles Theo, seu grande amigo, onde trocavam muitas cartas – o que futuramente ajudou os historiadores a construírem a biografia do pintor.

Van Gogh começou a pintar muito jovem, já iniciando técnicas com jogos de luz. Mais adulto, em 1886, foi morar em Paris com seu irmão. Lá, conheceu grandes artistas como Emile Bernard, Toulouse-Lautrec, Paul Gauguin e Edgar Degas, todos representantes do impressionismo – o que o influenciou em diversas obras. Dois anos depois, Van Gogh se mudou para uma cidade ao sul da França, e é lá que iniciou uma série de representações da vida do campo, e suas reproduções de girassóis. Foi nesta época que Van Gogh conseguiu vender seu primeiro quadro: A Vinha Encantada. Esta foi a única obra que o pintor conseguiu vender durante toda sua vida.

Foi durante o período de depressão que Van Gogh produziu suas obras mais admiradas. Com um comportamento agressivo, o pintor trabalhava a técnica do pontilhismo, mas em rápidas e pequenas pinceladas. Em 1889 ele foi internado numa clínica psiquiátrica, onde tinha o jardim como fonte de inspiração.

Inspire-se nos Quadros de Van Gogh

Os quadros de Van Gogh são fonte de inspiração para compor a decoração do seu lar. Pense nos quadros como obras de arte únicas, compostas por muita personalidade. Assim, avalie a pintura das paredes e se ela está de acordo com essa inspiração. Os quadros de Van Gogh são ótimos para compor ambientes leves e também elegantes – e o melhor, você encontra facilmente réplicas dos quadros de Van Gogh para compor a decoração.

Uma boa opção é colocar os quadros de Van Gogh em paredes claras, conferindo-lhes foco. Busque não sobrecarregar o local com muitos objetos, cuide para que o quadro ressalte e valorize o ambiente. Busque que a obra seja exaltada e que a atenção seja colocada inteiramente nela. Uma decoração contando com quadros de Van Gogh oferece ao ambiente sofisticação e elegância. Caso queira imprimir mais modernidade, vale se inspirar nas cores dos quadros de Van Gogh: azul e amarelo são perfeitos para serem reproduzidos nos tapetes e almofadas. Assim, você garante modernidade e alegria.

Próximas campanhas