Quadros de Salvador Dalí

Quadros de Salvador Dalí

Compartilhe

WESTWING NA MÍDIA:
Quer saber mais? Leia nosso guia!

Guia Westwing paraQuadros de Salvador Dalí

Salvador Dalí foi um grande pintor catalão e suas obras chamam a atenção pela incrível combinação de imagens bizarras, oníricas, com excelente qualidade plástica. Ele era considerado um pintor excêntrico, o que faz jus à sua personalidade, porque ele era o maior expoente da pintura surrealista. Salvador Dalí era, além de pintor, escultor, gravurista, cenógrafo, escritor, gostava de chamar a atenção e era bem narcisista, não à toa os quadros de Salvador Dalí impressionam até hoje.

O artista produziu mais de 1500 quadros ao longo da sua carreira, ilustrações para livros, litografias, desenhos para cenários e trajes de teatro, dezenas de esculturas e participou de vários outros projetos. Ele tinha um grande apreço por seu longo bigode e gostava de retratá-lo em algumas pinturas. Quer saber um pouco mais sobre os quadros de Salvador Dalí? Então acompanhe este matéria que o Westwing preparou especialmente para você.

Os Quadros de Salvador Dalí

Salvador Dalí pintou diversas obras ao longo de sua vida. O seu método de pintura era utilizado para representar uma mistura de imagens desconexas que variam de acordo com o ponto de vista do observador. Os quadros de Salvador Dalí eram, por vezes, polêmicos pelo excesso de extravagância e interpretação simbolista, mas assim mesmo elas cruzaram o mundo e o tornaram extremamente conhecido.

Principais Quadros de Salvador Dalí

Salvador Dalí fez muitas obras durante a sua vida e ficou muito conhecido por algumas obras que são hoje mundialmente conhecidas, algumas delas são:

  1. A Persistência da Memória (1931): Um dos quadros de Salvador Dalí mais reproduzidos hoje em dia. Esta obra traz a imagem de relógios maleáveis, como se fossem feitos de cera derretida.
  2. Girafa em Chamas (1937): Este é mais um dos famosos quadros de Salvador Dalí. Nele há a presença de imagens recorrentes de Dalí: uma girafa flamejante e o corpo humano com gavetas entreabertas, trazendo à tona o seu tom surrealista de pintar.
  3. Sono (1937): O sono e o sonho foram temas muito usados pelos surrealistas e, por consequência, usado também por Salvador Dalí, que o representou em um de seus quadros como um rosto humano amolecido, sustentado por muletas.
  4. A Crucificação de São João da Cruz (1951): Este era um dos quadros de Salvador Dalí que representava o período em que o artista passou a pintar motivos religiosos, após sua ida aos Estados Unidos.
  5. A Última Ceia (1955): Este é um dos quadros de Salvador Dalí no qual ele faz uma versão surrealista do quadro clássico feito por Leonardo da Vinci.
  6. Autorretrato (1921): Entre tantos quadrados de Salvador Dalí famosos, está um que foi pintado por ele aos 17 anos, um autorretrato que também ficou muito conhecido. No quadro, diversas referências podem ser encontradas, como por exemplo, as cores, referentes ao impressionismo, e a precisão, referente ao pontilhismo. O tamanho do pescoço estranhamente longo é uma referência a Rafael. O quadro foi pintado em 1921, ano da morte de sua mãe.

Os quadros de Salvador Dalí são referências de arte até hoje.

Próximas campanhas