Porta-Passaporte

Porta-Passaporte

Compartilhe

WESTWING NA MÍDIA:
Quer saber mais? Leia nosso guia!

Guia Westwing paraPorta-Passaporte

Malas, acessórios, frasqueira, uma lista imensa de coisas para levar, documentos, dinheiro, cartão... a hora de viajar requer um planejamento e um check-list para assegurar que você não está se esquecendo de nada. Um item, no entanto, é fundamental para que sua viagem seja um sucesso: o porta-passaporte. Ele garante que você mantenha esse documento importante sempre consigo e não corra o risco de perdê-lo e passar por uma situação difícil em outro país.

O porta-passaporte oferece a opção de ser levado com você mesmo, dentro da calça, ou dentro da bolsa ou maleta. Independentemente da forma que você escolher, esse acessório ajuda a compor uma viagem sem problemas e tranquila e ainda pode ser feito de diversos tecidos, texturas, cores e marcas. Pode combinar com sua carteira e bolsa e é um charme só nos momentos complicados de embarque e desembarque, nos quais sempre costumamos nos atrapalhar com os documentos.

Porta-passaporte: como não ter um?

O porta-passaporte virou um acessório obrigatório em viagens. E, por isso mesmo, está disponível no mercado em diversos tipos, para todos os gostos e bolsos. Há tipos em couro, que dão um ar mais sóbrio, os mais refinados, de marcas caras, os estampados com cenas de cartões postais e belos lugares pelo mundo, os mais infantis, os vintage, os listradas e por aí vai… Escolher um porta-passaporte não é tarefa fácil, mas nós, do Westwing, podemos te ajudar a resolver esse problema!

Um porta-passaporte que vira carteira

Alguns porta-passaporte oferecem uma opção a mais: a de guardar cartões e dinheiro para facilitar na hora de pegar um táxi, passar pela alfândega ou fazer compras no free shop. Ele congrega a função de porta-passaporte e vem com compartimentos que funcionam como os de uma carteira. Essa versão do porta-passaporte é ideal para quem gosta de reunir tudo em um lugar só e funciona muito bem!

A origem do passaporte

O porta-passaporte não seria tão útil se esse documento não tivesse sido criado no ano 450 a.C. Pode parecer muito antiga, mas essa data é real! Uma das primeiras referências aos passaportes foi feita nessa data, quando Neemias, um servidor do rei Artaxerxes I da Pérsia antiga, pediu permissão para ir a Judá. O rei, então, concordou e lhe deu uma carta destinada “aos governantes da província do outro lado do rio” requisitando segurança enquanto estivesse em terras estrangeiras. A origem da palavra vem da França, onde o rei Luís XIV fornecia a seus favorecidos cartas requerendo a passagem dos portadores pelos portos. Daí, surgiu o termo “Passe Port”.

Próximas campanhas