Pop Art

Pop Art

Compartilhe

WESTWING NA MÍDIA:
Quer saber mais? Leia nosso guia!

Guia Westwing paraPop Art

pop art ou popular art é um movimento artístico marcado pela fascinação com a cultura popular e pelo questionamento de valores e crenças tradicionais através da exaltação da ironia e da comicidade dos fatos e objetos. O movimento floresceu na Inglaterra e Estados Unidos durante os anos 1960 e influenciou artistas de diversas linguagens.

As obras de pop art são concebidas de forma a valorizar os objetos do cotidiano acrescentando-lhes o status de ícones. A consolidação do movimento é marcada por peças consideradas revolucionárias pela forma como capturam a essência e retratam objetos comuns e de uso popular. A pop art evoluiu do crescente interesse de artistas pelo mundo da cultura popular ao status de movimento graças ao trabalho de artistas como Andy Warhol, Roy Lichtenstein e Richard Hamilton.Entenda mais sobre as características e as personalidades que marcaram o movimento pop art conferindo o conteúdo preparado pelo Westwing!

A Década de 60 e o Pop Art

A década de 1960 foi palco para o surgimento de uma série de expressões artísticas baseadas no questionamento do status quo e dos valores sociais considerados tradicionais. A pop art surgiu na Inglaterra, durante os anos 1950, e ganhou forma e popularidade a partir do início dos anos 1960. É durante este período que o movimento passa a ser incluído como capítulo da história da arte e estabelece as características próprias que distinguem as suas peças.

A corrente artística pop art é descendente direta do dadaísmo. Ela se utiliza da ironia, do discurso cômico e da exploração intensa das cores para desconstruir o mundo da arte estabelecida, questionando seu status, técnicas e processo de criação. O artista pop art apropria-se de cenas e elementos observados em espaços do cotidiano popular como a rua, o supermercado e as mídias de massa e apresenta-os como arte em si. Temas como a cultura de rua ou cultura popular, as celebridades, o lixo e a vida urbana são recorrentes na pop art.

A utilização de técnicas de reprodução rápida como silk screen, impressão em papel, grafite e foto colagem é típica na criação das peças de pop art e seu uso provocou grande impacto e intenso debate sobre o conceito e definição de arte em si. Essas técnicas facilitaram a distribuição de obras de arte e colocaram em questionamento sobre hipervalorização da hablidade manual do artista.

Personalidades da Pop Art

Diversos artistas contribuíram para o florescimento e reconhecimento da pop art. No entanto, algumas personalidades produziram obras e inauguraram conceitos que ajudaram a estabelecer a corrente a nível mundial. Conheça alguns dos principais artistas considerados ícones da pop art.

O americano Andy Warhol foi uma figura central para a pop art. Foi através da sua obra que a corrente artística ganhou notoriedade global. Suas primeiras pinturas mostram imagens tiradas a partir de desenhos animados e anúncios de publicidade. A exploração de técnicas inovadoras de reprodução é marcante na obra de Warhol. Ao longo da sua trajetória, os traços da “mão do artista” foram sendo gradativamente substituídos pelo uso quase exclusivo de técnicas de reprodução. Entre suas obras mais famosas estão “Campbell’s Soup Can” (1962) e “Gold Marilyn Monroe”(1962), uma representação icônica da atriz de Hollywood.

Richard Hamilton foi um artista de origem britânica considerado por muitos especialistas um dos fundadores do movimento pop art. A colagem de Hamilton “Just what is it that makes todays’ homes so different, so appealing” (1956) é considerado por muitos críticos e historiadores o marco inaugural da pop art.

O americano Roy Lichtenstein é autor de algumas das imagens mais famosas do movimento pop art. A obra Whaam! (1963) está entre os primeiros exemplos conhecidos de pop art e é baseada na adaptação das páginas de uma revista em quadrinhos. Outro exemplo do trabalho de Lichtenstein é a obra M- Maybe Girl (1965) que também se tornou um símbolo do movimento.

Pop Art: Características para Decorar

Decorar um ambiente de acordo com a tendência Pop Art pode ser facilmente conquistado com a ajuda de itens essenciais para o estilo. Esse é o caso de telas, quadros e papéis de parede com figuras, cores e estampas da tendência. Almofadas coloridas também são excelentes investimentos para decorar um espaço com o estilo Pop Art. A inclusão de móveis de tonalidades fortes, como um aparador amarelo, um rack em verde água, ou ainda um abajur com cúpula vermelha, são alguns bons investimentos para montar a decoração Pop Art na sua casa!
Aposte nessas sugestões, use sua criatividade e transforme a sua decoração!

Westwing: o Extraordinário Mundo da Sua Casa!

Próximas campanhas