Pintura Barroca

Pintura Barroca

Compartilhe

WESTWING NA MÍDIA:
Quer saber mais? Leia nosso guia!

Guia Westwing paraPintura Barroca

Desenvolver o lado artístico, em pleno século XXI, significa ter séculos e mais séculos acumulados de inspirações que emergiam e se contrapunham ao movimento anterior, fazendo com que a história se transformasse em uma costura ziguezagueada de estilos que, para o artista moderno, se traduz em um repertório avantajado de possibilidades artísticas. Entre esses movimentos de destaque histórico, a pintura barroca é uma das mais relembradas por conta do contexto histórico no qual ela se revelou.

Nascida da arte barroca em meados do século XVII em solo italiano, a pintura barroca teve amplo destaque no Brasil, em uma época em que a briga entre antropocentrismo e teocentrismo se agravava, mas, com destaque à arquitetura e esculturas, o movimento bebia da fonte renascentista, com um apelo estético extravagante nos contrastes – algo visível nas estruturas de igrejas erguidas no período, e cujas obras da pintura barroca o Westwing explora neste especial. Confira!

Características da Pintura Barroca

O barroco, como um todo, foi rotulado como um movimento no qual se privilegiava o emocional sobre o racional, com um propósito evidente de impressionar os sentidos humanos. A manobra artística buscava revelar que a fé era sentida mais pelas emoções do que pelos entraves criados pela crítica e o raciocínio.

Assim, na pintura barroca, viam-se obras que tinham alguns elementos em comum, como:

  • Colunas assimétricas e anguladas, curvas e efeitos decorativos eram explorados em demasia;
  • Forte presença de contrastes, em especial luzes e sombras;
  • Efeitos ilusionistas marcados com personalidade na pintura barroca.

A assimetria era algo frequente na pintura barroca, da mesma forma que se contemplava, com sensível profundidade, o retrato de momentos intensos e dramáticos como formas de potencializar o apelo sensorial desejado.

Embora o Brasil tenha se consolidado no cenário artístico como um grande expoente da arte barroca, o fato só foi sentido na arquitetura e nas esculturas, com diversos artistas de renome alçados à fama e obras que persistem às ações do tempo e são conservadas até os dias atuais. Mesmo assim, todas as características do Barroco aqui explanadas já faziam parte do repertório artístico em solo sul-americano.

A seguir, veremos o quanto a pintura barroca teve destaque em outro continente, quando pintores europeus mostraram um tanto do seu talento com as nuances da pintura barroca.

Artistas Renomados da Pintura Barroca

Entre alguns dos artistas que se deixaram influenciar pela pintura barroca, pode-se destacar:

Caravaggio: o artista italiano usou e abusou das luzes, nas suas composições, mas como direcionamento para a atenção do espectador, e não como um simples reflexo de luz;

Andrea Pozzo: destaque para o interior de igrejas, onde criava fortes perspectivas que figuravam nos tetos das construções – um sinal de que os céus se abrem aos fiéis e o quanto os espectadores, enquanto mortais, não alcançam a morada de anjos e santos.

Rembrandt: o pintor holandês adquiriu notoriedade internacional buscando menos um contraste entre claridade e escuridão, mas no reforço de penumbras e meios-tons, buscando realçar cada um deles.

Inspire-se na pintura barroca para trazer à tona as emoções mais artísticas para a sua rotina!

Próximas campanhas