Oscar Niemeyer

Oscar Niemeyer

Compartilhe

WESTWING NA MÍDIA:
Quer saber mais? Leia nosso guia!

Guia Westwing paraOscar Niemeyer

Todo bom brasileiro conhece Oscar Niemeyer. Maior arquiteto da história do país, é de sua autoria diversos monumentos espalhados pelo Brasil, como os edifícios cívicos de Brasília, os sambódromos da Marquês de Sapucaí e do Anhembi, no Rio de Janeiro e em São Paulo, respectivamente. Porém, seria egoísmo que tamanho talento ficasse reservado apenas para nós. Oscar Niemeyer também é reconhecido no resto do mundo, tendo sua obra laureada através de diversos prêmios, como o Prêmio Pritzker de Arquitetura no ano de 1988.

As realizações de Oscar Niemeyer não se limitam apenas ao âmbito da arquitetura. Ele também foi o realizador de diversas esculturas e mobílias, além de ter sido o autor de alguns livros, como o “Minha Arquitetura”, publicado em 2000, no qual são relatados diversos aspectos de sua obra e vida pessoal, seus pensamentos políticos e arquitetônicos, além de trazer ilustrações inéditas suas. Saiba mais sobre a carreira de Oscar Niemeyer com o Westwing!

Oscar Niemeyer e o design

Oscar Niemeyer é mundialmente conhecido por suas construções arquitetônicas. Porém, poucas pessoas sabem que ele também teve uma relação próxima com o design de interiores. Em parceria com sua filha, Anna Maria Niemeyer, eles produziram diversas peças de mobiliário durante a década de 1970. Juntos, projetaram os móveis do Palácio da Alvorada e os da sede do Partido Comunista Francês.
Algumas peças foram comercializadas na época, enquanto outras fizeram parte de exposições em diversos museus e feiras nacionais e internacionais.

Oscar Niemeyer: o escultor

Oscar Niemeyer também era ótimo escultor. Através de sua arte plástica ele expunha o seu caráter político e sua visão de mundo.
O Monumento JK, exposto em Brasília (DF), foi sua primeira escultura, criada em 1980. Oscar Niemeyer explicava essa sua obra dizendo que “O alto fuste que, terminado em curva, protege e realça sua figura, esculpida por Honório Peçanha. O protesto foi contrariar os que os desprezavam – a ditadura vigente – obrigando-os a vê-lo todos os dias, sorrindo vitorioso sobre a cidade que construiu e eles desdenhavam”.
Outra escultura bastante famosa criada pelo artista é a Mão no Memorial da América Latina. Foi sua terceira criação escultural. Seu desenho é uma mão com o mapa latino-americano com sangue escorrendo e ainda traz a seguinte frase: “Suor, sangue e pobreza marcaram a história dessa América Latina tão desarticulada e oprimida”.
Em 1991, Niemeyer produziu sua quinta grande escultura em Dakar, capital do Senegal. A obra foi feita para compor o Memorial da Ilha de Gorée com o intuito de denunciar a exportação dos milhares de escravos africanos para o continente americano.

Os prédios de Brasília

Não há como negar: Oscar Niemeyer será sempre lembrado pela construção dos principais edifícios de Brasília, nossa capital nacional. Ele tinha pouco tempo hábil para o planejamento – questão de alguns meses apenas. Ele arquitetou nada mais nada menos que:

  • A residência presidencial (Palácio da Alvorada);
  • O edifício do Congresso Nacional, onde ficam a Câmara dos Deputados e o Senado Federal;
  • Os prédios dos ministérios;
  • A sede do governo (Palácio do Planalto);
  • A Catedral de Brasília;
  • Diversos prédios residenciais e comerciais na região.

Niemeyer e a sede da ONU

Era óbvio que um talento tão único logo ia ganhar o mundo. Oscar Niemeyer realizou diversos projetos arquitetônicos importantíssimos a nível internacional. Já em 1947, antes mesmo de participar da idealização de Brasília, ele foi convidado para participar do Comitê Internacional de Arquitetos que desenvolveu a sede da ONU, em Nova Iorque (EUA).
Em seu livro Minha Arquitetura, Oscar Niemeyer conta um pouco como foi essa experiência e sobre sua participação no projeto: “Mantive, no meu projeto, o bloco indispensável das Nações Unidas e separei os Conselhos da grande Assembléia, colocando os primeiros num bloco extenso e baixo, junto ao rio, e ela no extremo do terreno. Tinha criado a Praça das Nações Unidas.”

Oscar Niemeyer foi uma pessoa absolutamente inspiradora. Continue navegando pelo Westwing e confira outras personalidades que acrescen am imensamente no mundo da arquitetura e design.

Próximas campanhas