Multiprocessadores

Multiprocessadores

Compartilhe

WESTWING NA MÍDIA:
Quer saber mais? Leia nosso guia!

Guia Westwing paraMultiprocessadores

Ralar, fatiar, bater, cortar, moer, triturar... são muitas as atividades em uma cozinha, onde são preparados alimentos, pratos diversos e feitas algumas experiências culinárias. E é justamente nessas horas que os multiprocessadores entram em cena, facilitando as tarefas domésticas e deixando tudo mais gostoso. Práticos, eficientes e versáteis, os multiprocessadores geralmente contam com uma série de acessórios, destinados a vários tipos de alimentos e necessidades.

Se você gosta de fazer bolos, tortas e pães, moer carne, castanhas, picar legumes ou ralar queijos de forma rápida, os multiprocessadores são a solução ideal! E ainda têm a facilidade de serem desmontáveis, facilitando a limpeza e seu armazenamento. Entretanto, como existem uma série de multiprocessadores no mercado, nem sempre é fácil escolher o melhor para você. Por isso, o Westwing preparou uma lista de recomendações para você seguir antes de escolher o seu e dicas de como utilizá-lo da melhor forma. Confira!

Multiprocessadores: como escolher o seu?

Há alguns quesitos para se avaliar quando o assunto for multiprocessadores. Primeiramente, veja a capacidade e as dimensões do aparelho e avalie se ele preenche suas necessidades. Veja, ainda, o tempo de garantia do eletrodoméstico, já que esse quesito é fundamental para evitar dores de cabeça futuras.

Por conterem vários tipos de lâminas, alguns multiprocessadores são indicados para inúmeras funções e, muitas vezes, você nem precisará delas. Por isso, avalie se um modelo mais barato não é o suficiente para você ou, ainda, se a mesma lâmina não tem diversas funções, o que torna sua utilização mais prática e segura. Outro ponto importante é optar por multiprocessadores desmontáveis, que são mais fáceis de limpar e podem, inclusive, serem colocados na máquina de lavar louças.

Avaliando a potência dos multiprocessadores

A potência dos multiprocessadores pode variar muito de um modelo para outro (vai de 50 a quase 900 W). Por isso, você precisa avaliar esse quesito de acordo com o uso que você fará do aparelho. Por exemplo: se você quer usá-lo para cortar ou picar alimentos duros, como vegetais crus ou queijos, quanto mais potente, melhor. Para você ter uma ideia, os multiprocessadores que possuem cerca de 400 W são considerados como potência mediana. Já os que contam com mais de 750 W são de potência profissional.

Avaliando a segurança dos multiprocessadores

No quesito “segurança” é necessário prestar muita atenção aos multiprocessadores. Primeiramente, esse eletrodoméstico deve possuir uma trava de segurança para impedir que o aparelho funcione sem estar montado da forma correta. Alguns multiprocessadores apresentam sistema de segurança que evita o contato com as lâminas quando elas estão funcionando. Ventosas e pés antiderrapantes também são fundamentais para que o multiprocessador não se movimente durante o uso.

O design dos multiprocessadores

Os multiprocessadores são equipamentos muito versáteis e disponíveis em muitas versões. Por isso, você precisa analisar bem sua necessidade e capacidade de armazenamento desse eletrodoméstico. Os modelos compactos são mais fáceis de guardar e oferecem praticidade, então, se sua necessidade é mediana, essa opção é excelente.

Outro fator importante é o preço dos multiprocessadores. Vale destacar que, quanto mais funções e acessórios ele tiver, mais caro será. Então, se você utilizará dez funções desse aparelho, por que adquirir um multiprocessador com 30?

Os multiprocessadores são um excelente aliado na cozinha e, sem bem utilizados, facilitam muito o dia a dia culinário. Invista em um para você e desfrute de seus benefícios!

Próximas campanhas