Michel Arnoult

Michel Arnoult

Compartilhe

WESTWING NA MÍDIA:
Quer saber mais? Leia nosso guia!

Guia Westwing paraMichel Arnoult

Natural de Paris, na França, Michel Arnoult se mudou para o Brasil para tentar carreira como designer de móveis. Apesar de não ter contado com muita sorte no início, seus designs de linhas simples conquistaram o público. Um dos precursores do conceito de RTA (ready to assemble), que em português significa “pronto para montar”, Michel Arnoult defendia com ardor que os designs deveriam ser democratizados e acessíveis a todas as classes, acima de qualquer vaidade criativa.

Conhecido pelo conceito de “conforto duro”, Michel Arnoult se dedicava a um bom design aliado à qualidade de fabricação de suas peças, proporcionando comodidade aos seus móveis sempre feitos de madeira. Confira nesta página do Westwing a história e trajetória do designer e arquiteto Michel Arnoult e conheça um pouco mais sobre as suas peças de destaque com dicas para combiná-las em cada ambiente. Inspire-se!

Trajetória de Michel Arnoult

Conhecido designer e arquiteto, Michel Arnoult nasceu na França em 1922, mas se firmou no Brasil após morar em outras cidades da América Latina. Michel Arnoult se tornou famoso pelo conceito de “conforto duro”, devido à sua preferência em fabricar móveis de madeira combinados com design prático. Tendo vários de seus projetos recusados pela indústria e depois de muitas respostas negativas, Michel Arnoult conseguiu convencer um marceneiro de Curitiba a confeccionar alguns de seus projetos com a intenção de voltar à Europa com o dinheiro recebido na venda de suas peças, mas o sucesso mudou seu rumo. A ideia de Michel Arnoult de criar peças com designs simples e que atingissem todas as classes sociais o lançou ao reconhecimento. Em 1954, com a ajuda de dois amigos, Michel fundou a Mobília Contemporânea em São Paulo, empresa que foi fechada posteriormente. Em projeto solo, Michel Arnoult passou a criar móveis a partir de eucalipto replantado, com o intuito de criar uma marca sustentável. Em 2003, Michel recebeu o Prêmio Design Museu da Casa Brasileira em São Paulo com a poltrona Pelicano.

Poltrona Pelicano

Inspirada no bico do pelicano, que segundo Michel Arnoult, por ser “grande o suficiente para levar seus filhotes, pensei que seria confortável sentar dentro dele”, a poltrona Pelicano através da representação em formato do bico do pelicano, tinha como intenção atingir o conforto. Feita de lona de algodão com acabamento resinado, fixada com quatro pinos a uma estrutura de madeira, seu conceito seguia a sua ideia de sustentabilidade, produzindo esta peça a partir de madeira de imbuia ecologicamente correta. A poltrona Pelicano ainda ganhou uma versão como cadeira de balanço para aumentar o seu conforto.

Como combinar suas peças

Com design simples, as peças de Michel Arnoult, como a poltrona Pelicano e a poltrona PegLev, são versáteis na hora de decorar. As duas poltronas de Michel Arnoult podem ser combinadas tanto em ambientes de estilo minimalista, como contemporâneo, devido as suas linhas discretas. Para decorar um ambiente de estilo tropical, você pode optar pela versão da poltrona Pelicano com acabamento em madeira clara. Já para um estilo rústico, a poltrona PegLev com assento em couro manchado pode destacar a decoração. Também aposte na versão da poltrona PegLev com tecido de estampa tribal para compor com a decoração em estilo boho.

Próximas campanhas