Máscaras Indígenas

Máscaras Indígenas

Compartilhe

WESTWING NA MÍDIA:
Quer saber mais? Leia nosso guia!

Guia Westwing paraMáscaras Indígenas

As artes indígenas são tudo o que eram e são produzidos pelos índios desde antes do período de colonização. No Brasil há uma grande diversidade de tribos indígenas que se destacam na arte da cerâmica, pinturas corporais e máscaras indígenas. Eles usam toda a sua criatividade na confecção e todas as peças têm significados que vêm dos seus antepassados para criar todo tipo de arte que carregam com as tradições de sua tribo.

O conceito que temos de arte é totalmente estranho aos índios porque eles não têm uma palavra que simbolize a arte. Ainda assim, os objetos feitos por eles, como as máscaras indígenas, exercem um fascínio sobre as pessoas por serem originais, exóticos e misteriosos. São peças repletas de simbologia social ou ritualística, de caráter sobrenatural e sagrado. Saiba um pouco mais sobre a cultura dos índios e as interessantes máscaras indígenas com o Westwing!

As Artes Indígenas

Uma das principais diferenças entre a arte indígena e a arte contemporânea ocidental pode ser o fato de a arte indígena ter um caráter tradicional, que é ensinado e passado de geração pra geração. É importante saber que cada tribo tem as suas crenças e tradições e os objetos e as máscaras indígenas são bons indicadores disto. É através deles que é possível distinguir diferenças entre os povos indígenas, seus costumes e seus folclores a partir de cada máscara indígena e sua arte.

A grande preocupação deles não é fazer novas criações, mas manter as tradições herdadas a cada geração e as máscaras indígenas e seus significados simbolizam isso. É possível ainda identificar diferenças entre os povos indígenas, suar artes e máscaras indígenas. Estas marcas distintas são deixadas pelas mãos dos artistas, os índios da tribo, que vão passando as suas tradições aos demais.

Máscaras Indígenas

Uma diferença existente também entre a arte indígena e a arte ocidental , é que a ocidental normalmente busca o aproveitamento e deleite estético com a simples existência do objeto. Já no caso da arte indígena, ela tem unicamente como função ser usada como artefato e são repletos de um significado prático. Não serve apenas para ser visto e admirado.

Algo admirável é que a sensibilidade dos índios, assim como a capacidade que eles têm de saber e distinguir o que é beleza é algo totalmente visível. Seus objetos que são decorados ou entalhados, suas cerâmicas e suas cestas, suas máscaras indígenas, seus ornamentos corporais, suas pinturas, músicas, danças, seus instrumentos musicais, tudo isso tem funções específicas muito bem definidas como se fosse uma linguagem que não é verbalizada, mas é de domínio público.

As Máscaras Indígenas e seus Significados

As máscaras indígenas têm um caráter duplo porque são um tipo de artefato produzido por um homem comum, mas também são a figura viva do ser sobrenatural que eles representam.

Normalmente feitas com cascas de árvores, cabaças de palha, as máscaras indígenas costumam ser usadas em danças cerimoniais, representando sempre algum personagem da mitologia indígena. Com o seu simbolismo as máscaras indígenas aproximam as forças sobrenaturais do indivíduo e materializam todos os códigos inscritos nos rituais e mitos, facilitando assim a leitura que cada um dos índios fará deste respectivo código.

As máscaras indígenas das danças sagradas apresentam grandes variações. Tucanos a Aruaques confeccionam essas máscaras em tecido, do vegetal tepa e é uma máscara que cobre o corpo todo.

As máscaras indígenas costumam ser pintadas de preto, vermelho e amarelo. As tintas são feitas da fuligem do fundo das panelas, extrato de urucum, frutas do mato e argila.

As máscaras indígenas têm poderes mágicos, protegendo quem a usa, assim como também podem ser assustadoras, auxiliando membros de alguma sociedade a impor as suas vontades, São um método de acesso à vida mística.

Westwing: O Extraordinário Mundo da Sua Casa!

Próximas campanhas