Marchetaria

Marchetaria

Compartilhe

WESTWING NA MÍDIA:
Quer saber mais? Leia nosso guia!

Guia Westwing paraMarchetaria

Marchetaria, ou marqueteria, que vem do francês marqueter, significa embutir é a arte ou técnica de ornamentar as superfícies planas de móveis, painéis, pisos, tetos, através da aplicação de diferentes tipos de materiais como a madeira, os metais, a madrepérola, algumas pedras, plásticos, marfim e chifres de animais, tendo como principal base a madeira. De acordo com a técnica usada é possível construir objetos tridimensionais, esculturas, utilitários, joias que ajudam a compor a decoração dos ambientes.

O mais antigo objeto feito com a marchetaria é uma bacia de pedra calcária da Mesopotâmia, datado por volta de 3000 a.C. Em torno de 350 a.C. foram encontrados em Halicarnasso (cidade natal de Heródoto e capital do famoso Rei Mausole, cujo túmulo constituiu uma das sete Maravilhas do Mundo) na Turquia, evidências de marchetaria no palácio do rei Mausole cujas paredes tinham mármore. Saiba mais sobre marchetaria com o Westwing.

A Arte da Marchetaria

A arte de embutir madeiras coloridas em superfícies de madeira foi praticada pelos egípcios antigos. Das minas de cobre próximas desenvolveram o bronze, com que fizeram as lâminas dentadas para usar como serras.

No túmulo do rei Tutancâmon, o trono, a caixa, os cofres e quase todos os móveis são cobertos literalmente com  técnica de marchetaria, que é o embutimento de pedras preciosas, minúsculas telhas vitrificadas, ouro e marfim embelezavam artigos de importância prestigiosa e de cerimônias especiais.

Na metade do século XVI, com o aprimoramento das serras e das técnicas, expandiram o embutimento ilustrado à marchetaria. As partes separadas de um retrato agora seriam recortadas dos folheados a partir de um projeto. Estas peças eram então juntadas e este conjunto inteiro era colado a um fundo contínuo. Este procedimento tem uma longa história de nomes, mas é chamado hoje de marchetaria.

Marchetaria

Desenvolvimento da Técnica de Marchetaria

A primeira técnica utilizada, tarsia certosina, consistia no recorte de elementos do material a ser usado para a marchetaria como pedra, madeira, metal etc. e a posterior colocação nas cavidades abertas nas superfícies maciças com o auxílio de algumas ferramentas específicas e para a sua fixação era usada cola.

Atualmente existem na Europa, América do Norte e Austrália muitos ateliês de marchetaria e associações de marcheteiros dispostos a não somente manter as antigas tradições da arte em madeira com refinadas criações artísticas de caráter contemporâneo, mas também as restaurações de obras antigas. Ao longo do ano são realizadas várias exposições e há um mercado bem consolidado nesta área que faz com que o interesse por peças feitas com a técnica de marchetaria seja cada vez mais interessante para usar na decoração das casas.

A técnica de marchetaria é ótima para ser aplicada em qualquer tipo de ambiente e peças. Você pode usar na decoração com a técnica de marchetaria lindas mesas de jantar, mesas de centro ou de canto, bancos, cômodas, caixas para organização, enfim, as possibilidades são bem grandes e quem ganha é você com uma peça útil e decorativa que tem muita história e beleza.

Westwing: O Extraordinário Mundo da Sua Casa!

Próximas campanhas