Marcel Breuer

Marcel Breuer

Compartilhe

WESTWING NA MÍDIA:
Quer saber mais? Leia nosso guia!

Guia Westwing paraMarcel Breuer

Inspirar e se inspirar são ações cíclicas, que surge a partir da área de interesse que pessoas compartilham. E, com Marcel Breuer (1902 - 1981) não foi diferente. Tido como um dos grandes mestres da arquitetura moderna e do design de mobiliário do século 20, ele esteve junto da primeira geração de formandos da Bauhaus – a escola alemã vanguardista de ambos os gêneros de atuação –, em 1924, onde lecionou, posteriormente, até o ano de 1928.

Enquanto modelo de inspiração atual, o próprio teve as suas inspirações, à medida que despontava como designer de móveis e projetava obras urbanas de destaque global. Prova disso é o enorme legado que seu trabalho deixou, e que o Westwing usa para inspirar você, que busca maneiras de reinventar o bom gosto decorativo do seu lar. Deixe-se levar na criatividade do especial que o Westwing preparou sobre Marcel Breuer!

As inspirações de Marcel Breuer

Nascido na cidade de Pecs, na Hungria, Breuer passou um terço de sua vida na Europa até emigrar para os Estados Unidos, no ano de 1937, época na qual já evidenciava sua habilidade para projetar móveis e arranha-céus.

Durante o período, já mostrava sinais de que vinha para reinventar em ambos os setores. O uso do aço tubular no mobiliário é mostra clara disso. A cadeira Wassily – notória até os dias de hoje – e o banco Bauhaus são dois exemplos de um trabalho que teria décadas de prestígio, à frente, e iniciados em uma educação prestigiada, na primeira escola de design do mundo.

A formação de Marcel Breuer

Fundada em Weismar, seguindo para Dessau, posteriormente e, na sequência, para Berlim, para fugir da perseguição do governo nazista – que se firmava, à época –, a Staatliches-Bauhaus reuniu grandes mentes artísticas daquele período e deu novos contornos e propostas à arte moderna, principalmente, nos âmbitos da arquitetura e design.

É uma fundação de mentes que inovaram – estando Marcel Breuer entre eles – e que teve papel fundamental na formação de uma maneira mais inventiva de enxergar o mundo e de como se relacionar com ele.

Da Bauhaus para o legado de sua obra

Não foram poucas, nem mesmo discretas, as contribuições de Breuer em nome da arquitetura. O Whitney Museum of American Art, localizado em Nova Iorque, talvez seja o mais exponencial de todos eles, seguido pela Sede da UNESCO, em Paris, e da embaixada australiana, na capital francesa, também. Destacam-se as formas quase esculpidas no concreto, dando formas aos blocos maciços que eram febre na construção, até então.

Já na área que reforçou o seu talento, o uso do alumínio e da madeira laminada foi essencial na construção de um vitalício legado em design de móveis.

Aplicação das obras de Marcel Breuer

Suas cadeiras, até hoje, são utilizadas com um despontamento de elegância, na decoração. O aço tubular reluz e é comumente acompanhado de mesas longas e largas. O design delas desafia a estética simplista dos móveis tradicionais.

O assento e encosto em palha, também, são frutos da imaginação de Breuer, que levou a influência da Bauhaus até o último dos seus dias – bem como foi inspiração para uma série de mentes criativas que de lá saíram, durante o período em que lecionou na escola.

As cores fortes são comumente utilizadas nos móveis inspirados na criação de Marcel Breuer e, por conta disso, evidenciam um tipo de decoração que valoriza a ousadia. Por conta disso, suas cadeiras podem tanto reforçar a beleza de uma sala quanto a imponência de um escritório, com seu formato diferenciado. Transforme a decoração do seu lar inspirando-se em um dos gênios do design de móveis!

Próximas campanhas