Lustre Provençal

Lustre Provençal

share it

Featured in
Learn more? Read the guide now

guide_beforeLustre ProvençalGuideguide_after

Existem peças decorativas que nasceram para encantar! Elas atraem nossa admiração assim que notadas, principalmente se, além de belas, forem úteis, funcionais e adornarem todos os ambientes de uma casa, sem grandes preocupações estéticas ou práticas. Em se tratando de projeto luminotécnico, o lustre provençal é um acessório curinga e se enquadra com maestria nessas descrições. Imponente, delicado, romântico e versátil, ele consegue levar certo charme aos espaços em que decora e existe em diversos modelos, cores e finalidades.

Suas características o remetem à cidade real francesa de Provença, a qual lhe dá o nome, especialmente durante o século XVIII: formatos nobres, linhas clássicas, detalhes graciosos, tons pastel e aspecto bucólico, exatamente como as lindas paisagens da região, pinceladas com suas montanhas e fascinantes campos repletos lavandas e girassóis. É por isso que, atualmente, é possível resgatar esse ar de nobreza, romantismo e elegância com o uso do lustre provençal. Sabe como? Descubra com as dicas do Westwing!

DIFERENTES MODELOS DE LUSTRE PROVENÇAL

Os materiais são os grandes responsáveis por dar vida e forma a um lustre provençal, visto que suas variações criam efeitos distintos e permitem à peça compor o décor de múltiplas formas. Ferro é a matéria-prima que geralmente forma a sua base, enquanto os detalhes são criados com outros tipos de material, como cristais, pérolas, tecidos, vidros, acrílicos e flores artificiais.

A variedade dos tons dos lustres provençais define se o ambiente leva uma decoração clássica e sofisticada ou se tende a um padrão mais rústico e feminino. As tonalidades mais encontradas são o ouro ou prata envelhecido, cobre, branco, preto, lilás, rosa e azul claros; já as estampas variam entre florais, listradas e poás. Para os que preferem um décor mais ousado, existe o lustre provençal colorido, com verde, amarelo, laranja, vermelho e pink intensos, que se misturam e criam um estilo bem original.

O formato do lustre provençal pode ser simples, com no máximo três “braços” e cores neutras – características próprias dos modelos infantis –, ou requintado e cheio de detalhes, com várias cúpulas e arabescos. Esta flexibilidade também define o uso do acessório, que pode ser tanto de teto como de parede, similar a uma arandela.

DECORANDO COM UM LUSTRE PROVENÇAL

Imagine qualquer cômodo da sua casa? Certamente ele poderá contar com um lustre provençal em sua decoração! As qualidades acima demonstram isso e provam que versatilidade é a principal vantagem desse tipo de luminária. Seu caráter um tanto artesanal a permite, por exemplo, iluminar uma casa de campo, conferindo um clima rústico e estilo shabby chic, especialmente se sua base for branca e as cúpulas com desenhos florais.

Outra alternativa é usar um lustre provençal decorado com pequenas flores de tecido em um quarto de bebê menina ou, ainda, optar por um modelo preto, com cristais da mesma cor e cúpulas que levam lâmpadas em formato de velas, ideais para salas de estar em estilo colonial ou glamour.