Lâmpadas Econômicas

Lâmpadas Econômicas

Compartilhe

WESTWING NA MÍDIA:
Quer saber mais? Leia nosso guia!

Guia Westwing paraLâmpadas Econômicas

Nunca se falou tanto em sustentabilidade quanto nos dias de hoje. O assunto, que antigamente era restrito ao meio científico, agora está sendo discutido em patamares domiciliares. Os cidadãos, em geral, estão mais preocupados com o meio em que vivem e em preservá-lo. Por isso, as pessoas estão reciclando seu lixo, economizando água e energia elétrica. Para diminuir o consumo elétrico, muitas residências já contam com lâmpadas econômicas.

As lâmpadas econômicas começaram a ser comercializadas na década de 1980, com as lâmpadas fluorescentes. Porém, muito já se avançou tecnologicamente desde então e outros modelos sustentáveis surgiram no mercado. O Westwing irá te ajudar a economizar energia e preservar o planeta. Confira nossas dicas e veja os tipos de iluminação para descobrir quais são as lâmpadas econômicas. Saiba ainda onde instalar cada uma delas para que o consumo de energia seja ainda menor.

Quais são as lâmpadas econômicas?

Para diminuir o consumo de energia da sua casa, veja quais lâmpadas econômicas podem ser instaladas e quais suas vantagens. Comece a comparar agora e escolha a sua.

Fluorescentes: são luzes frias, geralmente usadas em empresas. Elas exigem uma instalação especial com reatores. Possui grande vida útil e tem eficiência luminosa cinco vezes maior do que uma lâmpada comum, superando os 70 lumen/ Watt.

Fluorescentes Compactas: são fluorescentes que aparentemente parecem com lâmpadas comuns. Dura cerca de dez vezes mais do que uma fluorescente comum e tem o consumo de somente 20% das incandescentes.

Halógenas: essas lâmpadas econômicas representam 25% a 40% de redução de consumo em relação às incandescentes. São compactas e permitem perfeita reprodução de cores. Tem a vida útil mais baixa do que as fluorescentes.

Dicróicas: são lâmpadas halógenas aperfeiçoadas, possuindo 50% mais de vida útil do que a anterior. Pode ser usada com dimmers.

LED: são as mais econômicas e resistentes, porém são novas no mercado e um pouco mais difíceis de encontrar.

Onde colocar lâmpadas econômicas?

Cada ambiente precisa de um tipo de iluminação diferente. Para lugares que necessitam de mais luz, como a cozinha, a garagem e a lavanderia, é indicado o uso de lâmpadas econômicas tubulares. As compactas, que também são encontradas em tons amarelos, são aconselhadas para o quarto e a sala. Em ambientes de muita circulação, prefira lâmpadas econômicas que não esquentam, para assim economizar também na necessidade do uso de ar-condicionado e ventilador.

Outras formas de economizar energia

Além da instalação de lâmpadas econômicas, outras ações podem fazer você diminuir o consumo elétrico da sua casa. Veja sete outras formas de economizar energia:

  • Instale um dimmer: ao colocar esse sistema na sua casa, você controlará a intensidade de luz e poderá deixar um ambiente mais escuro quando possível. Um dimmer instalado pode representar até 20% de economia.
  • Use filtros de linha: além de proteger seus aparelhos, ele permite que você desligue todos os eletrônicos de uma vez sempre que sair de casa.
  • Na área de serviço: máquina de lavar consomem muita energia. Prefira usá-la somente quando tiver acumulado a quantidade necessária para que ela trabalhe em capacidade máxima.
  • Geladeira: mantenha a borracha de vedação sempre em bom estado. O mal fechamento do aparelho pode representar um gasto maior de até 100%.
  • Ar-condicionado: em ambientes com controle de temperatura, mantenha as portas sempre fechadas. Verifique também se as janelas estão bem vedadas.
  • Na hora de comprar, dê preferência a eletrodomésticos com selo de garantia de baixo consumo de energia.
  • Chuveiro: colocar o chuveiro na posição ‘’verão’’ em dias quentes pode representar uma economia de até 30% de energia.

Comece agora a poupar energia trocando suas fontes de luz por lâmpadas econômicas. Pequenas atitudes podem ajudar a preservar o planeta.

Próximas campanhas