Lâmpada

Lâmpada

Compartilhe

WESTWING NA MÍDIA:
Quer saber mais? Leia nosso guia!

Guia Westwing paraLâmpada

É impossível imaginar qualquer casa decorada sem uma iluminação apropriada, por isso as luminárias são essenciais em qualquer residência. A maneira que se ilumina um cômodo influi significativamente no espaço e no ambiente doméstico geral, inclusive nas sensações geradas em cada local. Por esse motivo, a seleção e colocação da lâmpada deve ser planejada com atenção, para que tudo fique bem iluminado e com um clima agradável.

O uso de diferentes tipos de lâmpada pode influenciar no resultado final da decoração. Assim, uma mistura de diferentes tipos de lâmpada é a escolha ideal, uma vez que cria um interessante jogo de luz e sombra nos ambientes. Saiba mais sobre como utilizar os diferentes tipos de lâmpada em sua decoração e criar lindos ambientes. Confira as dicas abaixo que nós do Westwing selecionamos e renove a iluminação da casa com muito bom gosto e estilo!

Antes de escolher uma lâmpada lâmpada1

Antes de comprar uma lâmpada, é necessário planejamento. Em primeiro lugar, tente responder adequadamente às seguintes perguntas:

  1. Em qual cômodo a lâmpada será instalada?
  2. Quais características a lâmpada deve ter?
  3. Para cozinhar e trabalhar é necessário uma luz mais forte ou um tipo de luz mais aconchegante? E para assistir TV?
  4. Qual tipo de luminária devo escolher: de teto, pendentes ou arandelas?
  5. Com quais tipos de móveis ou estilo de decoração posso combinar lâmpadas e luminárias?

Somente depois de encontrar as respostas adequadas é que você deve partir para a escolha do tipo certo de lâmpada para o seu ambiente.

Tipos de lâmpada

Lâmpadas incandescentes, fluorescentes, mistas, a vapor, de LED – diante de tantas opções, quem deseja criar um projeto de iluminação de interiores pode ficar um pouco confuso. Saiba um pouco mais sobre cada um dos tipos e seus usos mais indicados:

Incandescente: possui um filamento e transforma energia elétrica em luz. É o tipo de lâmpada mais recorrente nas casas brasileiras e proporciona uma iluminação mais “quente”. Sua variação halógena é muito utilizada como lâmpada para spots e luminárias que criam uma luz direcionada. Apesar de muito comum, a lâmpada incandescente é que mais consome energia e a que mais produz calor.

Fluorescente: ao contrário das lâmpadas halógenas, são mais eficientes e podem economizar até quatro vezes mais energia. Proporcionam luminosidade clara e intensa, sendo ideais para plafons e luminárias de cozinha, além de poderem ser utilizadas como luz embutida para rebaixamentos de teto.

A vapor: mais utilizadas na iluminação pública e para luzes de segurança, este tipo de lâmpada é empregado para evitar a poluição luminosa e permitir uma melhor observação do céu e estrelas à noite, como no caso de cidades próximas a laboratórios de astronomia.

LED: é a mais moderna e eficiente lâmpada de todas, porém também a mais cara. A lâmpada de LED é muito interessante para iluminar o interior de armários ou para compor a iluminação indireta de sancas de teto.

Efeitos de iluminação

Dependendo da hora do dia, do humor ou ocasião, precisamos ou acabamos preferindo alguns tipos diferentes de iluminação. A luz certa é obtida com o uso de lâmpadas variadas. A melhor opção é sempre uma combinação sortida entre lâmpadas para garantir cores e intensidades de luz diferentes.

chandelierLuminária de teto

A luminária de teto proporciona uma luz geral clara e brilhante. Muitas pessoas preferem decorar seus ambientes com este tipo de iluminação, que projeta a luz no teto e a distribui de uma forma uniforme sobre todo o cômodo.

Luminária de mesa

Uma lâmpada de mesa não tem que ser obrigatoriamente colocada sobre uma mesa para iluminar, pois sobre cômodas, estantes ou presa a cabeceiras, elas também ficam perfeitas. Além disso, também são a opção ideal para o escritório, proporcionando uma iluminação clara e adequada sobre a área de trabalho.

Lâmpada decorativa

A iluminação decorativa, ao contrário das luzes convencionais, tem como função principal iluminar completamente a sala. O principal objetivo deste tipo de luz é, como o próprio nome sugere, fornecer uma iluminação que favoreça a ornamentação do ambiente.

Para selecionar a lâmpada ideal, é necessário considerar uma série de fatores. Por um lado, se a lâmpada for para lustres e pendentes, certifique-se de que o mesmo não está pendurado a uma altura muito baixa, bloqueando a visão. Por outro lado, não há nada mais irritante do que uma luz ofuscante. Precisamente por essa razão, temos de nos assegurar de que a lâmpada está bem protegida.

Encenação

As luzes não servem apenas para decorar e iluminar quartos. Por exemplo, a lâmpada pode perfeitamente ser usada para iluminar e destacar objetos e acessórios individuais. Estes acessórios podem ser pequenas relíquias como um quadro bonito ou uma escultura especial. Assim, destacamos nossos objetos favoritos, dando-lhes o toque certo de luz.

Ilhas de luz Couchtisch im Fiftiesstil und Sesseln vor Stehlampe mit Glasschirmen

Luz e sombra – através desses contrastes gera-se profundidade e personalidade nos cômodos, criando um grande efeito sobre o ambiente geral da sala e tornando-o mais aconchegante. Este contraste de luz e sombra é conseguido usando-se diferentes fontes de luz. Utilizando vários tipos de lâmpada e fontes de luz, combinadas com áreas de pouca luz, é possível se criar uma atmosfera muito agradável.

Luz indireta

Há infinitas possibilidades para uma iluminação indireta na sala ou no quarto, criando um ambiente acolhedor e relaxante. A iluminação indireta normalmente projeta sua luz para o teto ou contra a parede, gerando uma luz muito suave e prazerosa, ideal para desfrutar momentos relaxantes à noite.

Próximas campanhas