Jardim Interno

Jardim Interno

Compartilhe

WESTWING NA MÍDIA:
Quer saber mais? Leia nosso guia!

Guia Westwing paraJardim Interno

Ter um jardim interno em casa é uma ótima opção para levar um cantinho repleto de verde, ar fresco e o mais natural possível para dentro de casa. Com um espaço do tipo, além de complementar o estilo da decoração você consegue criar um novo ambiente para lazer, descontração e descanso na sua casa. Para criar uma área do tipo não é preciso muitos metros quadrados. Basta estudar e determinar o tamanho certo do ambiente para o seu décor.

A área para o jardim interno pode ser o espaço embaixo da escada, os pisos colocados ao lado dela ou um corredor maior, espaçado e com bastante iluminação natural disponível. Investir em vasos, pedras para jardim e em telhas translúcidas para montar uma composição do tipo são ótimas alternativas. Confira as dicas selecionadas pelo Westwing para te informar, inspirar e guiar na hora de dar vida ao seu jardim interno!

Faça Você Mesmo: Arranjos Criativos

Estilos para Jardim Interno

Há diferentes estilos para distribuir, formar e dar vida ao jardim interno em uma composição. O modelo que adota vasos é um deles; com a ajuda de artigos do tipo é muito fácil começar a criar a área dentro de casa. Basta escolher os recipientes que mais te agradar, selecionar as plantas e flores que irá cultivar dentro deles e dispor, um a um, no espaço reservada para o jardim interno. Uma vantagem proporcionada por esse método é a locomoção prática do que for plantado para fora do lar. Sempre que desejar ou achar necessário, poderá levar cada vaso para o quintal, varanda ou terraço.

Outras peças que dão origem a um jardim interno são pneus e bacias. Elas são perfeitas para criar um visual mais fixo na composição do cenário, abrigando cada tipo de planta e flor em um lugar certo.

Mais um método para dar vida ao jardim interno é a versão hidropônica, tipo especial de jardim interno que usa água fertilizada, às vezes com peixes vivos, e vasos que não utilizam terra, organizados sempre no sentido vertical.

Jardim Interno e seus espaços

O espaço embaixo da escada, a área ao lado dela ou um corredor bem espaçado na parte de dentro da sua casa são alguns dos espaços perfeitos para dar origem a um jardim interno. Há demais alternativas também, basta apenas evitar alguns locais que tenham, por exemplo, temperaturas muito baixas. Esse é o caso de sótãos e garagens, áreas sempre muito geladas; o clima desses ambientes pode danificar o desenvolvimento, cultivo e desempenho das plantas e flores escolhidas. Em contrapartida, ambientes bem ventilados com correntes de ar bem próximas não são aconselháveis para montar um jardim interno. Isso porque muita ventania também pode prejudicar a sobrevivência das espécies naturais.

Controle as condições do ambiente

Uma das vantagens de adotar um jardim interno é a possibilidade de controlar as condições do ambiente para garantir a boa manutenção, sobrevivência e desenvolvimento das plantas escolhidas. Com um espaço do tipo dá pra controlar a temperatura do espaço e as condições do solo, além da quantidade de rega. Empresas especializadas em jardinagem já oferecem aparelhos específicos para ajudar no cultivo de áreas como essa.

Um tapete térmico, por exemplo, é uma das formas oferecidas. A grande parte dos vegetais se desenvolve melhor e mais rapidamente em solos com temperaturas entre 23 e 29°C.  Por conta disso, pode-se investir em um tapete térmico elétrico, próprio para aquecer o fundo dos vasos e que regula a temperatura da terra.

Próximas campanhas