Jantar de Casamento

Jantar de Casamento

Compartilhe

WESTWING NA MÍDIA:
Quer saber mais? Leia nosso guia!

Guia Westwing paraJantar de Casamento

Dentre os muitos detalhes com os quais um casal precisa se preocupar, o jantar de casamento é fundamental e faz parte dos preparativos da comemoração pós-cerimônia, sem contar que representa um dos momentos mais aguardados – e comentados – pelos convidados. Seja no formato de um coquetel simples e com aperitivos ou um grande banquete, o jantar de casamento deve ser pensado pelos noivos de forma a agradar a todos os tipos de paladar.

Para isso, alguns buffet, salões de festa e espaços para eventos atuais contam com opções prontas e/ou assessoria própria e especializada para dar uma mãozinha aos futuros casados na hora de escolherem o cardápio do jantar de casamento. Pensando nessa ajuda, o Westwing também resolveu contribuir com dicas, informações e sugestões seguras para uma das mais importantes etapas da festa. Confira-as a seguir e decida de forma prática e sem custos extras pelo jantar de casamento mais adequado!

Características do Jantar de Casamento Jantar de Casamento

É um prazer para os noivos poder servir seus convidados com um jantar de casamento saboroso, variado e positivamente marcante. Mas, para isso, o casal precisa avaliar com atenção seu orçamento em relação às opções oferecidas pelo bufê e, principalmente, ao seu perfil degustativo, bem como o da maioria dos convidados.

Outra dica importante é sobre o estilo do jantar de casamento: em geral, o menu deve ser leve, tradicional, comum aos paladares e, de preferência, sofisticado – detalhe que varia de acordo com o estilo da cerimônia. Quanto às etapas do jantar de casamento, incluem o coquetel ou canapés, entrada, saladas, pratos quentes, sobremesas, bolo e mesa de café e chá, além de bebidas como água com e sem gás, refrigerantes, sucos e diferentes opções alcoólicas.

Tipos de Jantar de casamento

À francesa: em que as mesas são equipadas com pratos, talheres, sousplats, guardanapos de pano e taças e as refeições são previamente montadas e decoradas; é considerada a forma mais elegante e cerimoniosa de servir as refeições.

À inglesa: nesse tipo de jantar de casamento, a mesa também permanece montada, com uma diferença: os garçons preparam os pratos na hora, sendo que os convidados têm a chance de escolher entre as opções de refeição oferecidas.

À americana: uma das formas de jantar de casamento mais comuns hoje em dia, ela também é conhecida como o famoso “self-service”, em que as refeições, talheres e pratos são dispostos em uma mesa ampla e os próprios convidados se servem.

À brasileira: bem mais agrupado e informal, o jantar de casamento à brasileira reúne os convidados em torno de uma grande mesa, para servirem-se e comerem juntos; lembra aqueles gostosos almoços em família realizados em casa.

A Escolha do Local e da Decoração

Esta etapa é tão significativa quanto a seleção do cardápio e envolve importantes decisões. O ambiente onde o jantar de casamento será realizado, por exemplo, deve contar com infraestrutura completa e adequada ao preparo e disposição da comida e bebida. Além disso, o casal precisa ponderar sobre a estrutura do espaço: além de mesas e cadeiras, podem existir pufes, sofás e bistrôs para acomodação confortável dos convidados, além de serem ótimos para criar um aconchegante lounge.

Para a decoração das mesas do jantar de casamento, a dica é escolher um estilo que se harmonize com o décor da cerimônia; se ela for informal, invista em uma ornamentação colorida, com toalhas estampadas e docinhos com tonalidades intensas. Já se o estilo escolhido para o cerimonial foi requintado, opte por tons pastéis e cores neutras, como branco, dourado e creme, criando uma bela harmonia entre mesas, doces e adornos.

Próximas campanhas