Iluminação Indireta

Iluminação Indireta

Compartilhe

WESTWING NA MÍDIA:
Quer saber mais? Leia nosso guia!

Guia Westwing paraIluminação Indireta

A iluminação, por mais que passe batido em um primeiro momento, é um dos aspectos mais importantes de qualquer espaço decorado. Mais do que beleza ou sofisticação, a luminosidade adequada dá a sensação de conforto e pertencimento. A luz interfere tanto que chega a mudar a forma como nós vemos ou nos sentimos em determinado ambiente. Muda, ainda, nossa percepção de tamanho: espaços podem aumentar ou diminuir com a luz ideal.

As “regras” da iluminação variam de acordo com cada área e suas especificidades, mas os tipos de iluminação mais comuns são a iluminação direta e a iluminação indireta. Embora menos popular, a iluminação indireta vem ganhando variações de aplicação e conquistado cada vez mais lares. Aconchegante e agradável, a iluminação indireta pode ser aproveitada em diversos cômodos da casa, das mais diversas formas. Aprenda a usá-la de maneira intimista e elegante com as dicas do Westwing!

Como funciona a iluminação indireta

A iluminação indireta consiste basicamente na luz que incide em alguma superfície antes de ser refletida, para atingir, assim, o ponto a ser iluminado. Ou seja, a luz incide sobre o piso, a parede ou o teto e por “rebatimento” acaba iluminando a área.

Essa técnica cria um efeito que, à medida que ilumina uniformemente, deixa tudo mais confortável, menos óbvio e nada invasivo.

Por ser suave e difusa, essa luz permite maior controle de ofuscamento, portanto, é visualmente mais confortável. Ademais, a iluminação indireta não gera problemas com calor térmico na  casa.

Decoração com iluminação indireta

Considerada uma luz de ambientação, a iluminação indireta pode ser posicionada em detalhes no gesso, no chão ou no forro. E como isso é feito? Spots, sancas e arandelas são os responsáveis por esse tipo de luz na decoração.

Onde ela fica bem? Salas, quartos, banheiros, cozinha, áreas para descanso ou para receber alguns convidados: todos os ambientes da casa podem receber o ar mais íntimo e calmo da iluminação indireta. No entanto, para conquistar todos os efeitos deste tipo de luz, o ideal é que as áreas de reflexão sejam claras.

Uma sugestão interessante é aliar os vários tipos de iluminação num mesmo espaço: direta, indireta e luz natural.

Uma proposta muito seguida é o combinado de iluminação direta-indireta. Essa técnica funciona melhor na parede e no teto, já que gera um efeito uniforme na horizontal, provocando sensação de amplitude do ambiente.

Atualmente, está cada vez mais popular o uso da iluminação indireta com fita de LED. Discreta e sustentável, fica bem em painéis para TV, espelhos e cortinas.

Ilumine-se com inspiração!

Próximas campanhas