Harry Bertoia

Harry Bertoia

Compartilhe

WESTWING NA MÍDIA:
Quer saber mais? Leia nosso guia!

Guia Westwing paraHarry Bertoia

A Trajetória Profissional de Harry Bertoia

Nome de referência mundial para a arquitetura e design modernos, Harry Bertoia começou a construir sua carreira no segmento ainda na década de 30, quando mudou-se para Detroit, EUA. Seu primeiro contato com as artes foi na Cass Technical High School, instituição na qual aprendeu a fazer joias à mão. Mais tarde, em 1937, Harry Bertoia passou a estudar na Cranbrook Academy of Art, onde conheceu Charles & Ray Eames e com eles desenvolveu alguns produtos.

Mas foi em 1939, quando Harry Bertoia abriu seu próprio estúdio, que o profissional criou um tipo de metal raro e caríssimo, usando-o como material básico para as joias que desenhava; 11 anos depois, passou a trabalhar com os também célebres designers Hans e Florence Knoll, na Pensilvânia, criando a famosa “Coleção Bertoia por Knoll”, toda produzida em fio metálico e posicionando-se como seu maior sucesso comercial.

Harry Bertoia e Destaques de sua Atuação

A formação e o dom de Harry Bertoia como escultor proporcionaram ao artista criar peças de mobiliário únicas e super criativas. É vindo daí o legado que o artista deixou, não apenas para designers de sua época, mas a profissionais que hoje buscam um registro de modernidade, inovação e ousadia para a composição de novas peças.

A leveza e funcionalidade com que trabalhava seus móveis é outro destaque da forma de trabalho de Harry Bertoia. O próprio designer gostava de definir as suas criações como objetos feitos de ar, dizendo: “Se você olhar para as minhas cadeiras verá que são feitas, principalmente, de ar, assim como uma escultura. Ou seja, são peças permeadas, cortadas e atravessadas por espaços”. A característica mais marcante dos trabalhos de Bertoia está na forma como conseguia tirar o peso e impacto dos materiais.

A Cadeira Diamante

Aos 27 anos, Harry Bertoia criou aquela que seria a peça mais importante e popular de sua vida: a Cadeira Diamante. Também chamada de Poltrona Bertoia ou Diamond Chair, a peça faz parte da “Coleção Bertoia por Knoll” e é 100% projetada em aço curvado e soldado, sendo cromado ou banhado de vinil, atributo por ele dado à cadeira para que, na época, fosse exposta nos showrooms da empresa GM reproduzindo as peças dos automóveis por ela fabricados.

A tela de metal é outra forma bastante característica dada a Cadeira Diamante, pensada por Florence Knoll, juntamente com Harry Bertoia, para que se parecesse com um escorredor de louças, concepção curiosa que demonstra o caráter versátil e ousado das peças criadas pelo designer. Assim, Harry Bertoia desenhou a Diamond Chair de forma a se adaptar absolutamente ao corpo humano, incorporando-a à linha de cadeiras especialmente criadas pelo profissional para a Knoll.

A Cadeira Diamante de Harry Bertoia é um móvel curinga para quem deseja dar ao décor um aspecto moderno e elegante, podendo ser disposta em cozinhas, espaços gourmet, escritórios, home offices, closets, salas e/ou quartos. Com estofado branco ou preto, oferece ao ambiente um ar clean e sofisticado; já se o estofado for colorido, criará um realce charmoso e sutilmente alegre, além de levar a marca especial de uma peça Bertoia para dentro do lar. Adquira a sua e comprove!

Próximas campanhas