George Nelson

George Nelson

Compartilhe

WESTWING NA MÍDIA:
Quer saber mais? Leia nosso guia!

Guia Westwing paraGeorge Nelson

A Carreira de George Nelson

Durante sua trajetória profissional, foram seus “lampejos criativos” – assim chamados por ele próprio – que inspiraram George Nelson a trilhar uma brilhante carreira como designer de móveis. Seus insights começaram ainda na década de 30, enquanto estudava arquitetura em Roma, na Itália: bem articulado e influente, George Nelson resolveu percorrer a Europa em busca dos mais importantes arquitetos modernos da época, entrevistá-los e publicar uma série de artigos em seu país natal.

E assim o fez! Nos anos 1940 levou aos designers americanos os conhecimentos e frentes europeias do momento. Foi assim que, segundo o próprio George Nelson, começaram a surgir diversas oportunidades profissionais, não apenas como designer, mas como autor e professor. O cargo de editor da revista Architectural Forum, em 1942, é um exemplo; durante sua atuação no periódico, George Nelson concebeu a ideia dos shoppings centers urbanos, hoje tão difundidos e frequentados em todo o mundo.

Diferentes Pontos de Vista

Durante suas criações, George Nelson aplicou inumeráveis conceitos que o permitiram desenhar mobílias com grande potencial de venda, além de permitirem a novos designers, arquitetos e artistas se basearem para também construírem um trabalho sólido e com êxito. Uma das principais opiniões de George Nelson envolvia o caráter produtivo: “para um designer lidar produtivamente com as necessidades humanas deve fazer primeiro uma radical e consciente ruptura de todos os valores que identifica como anti-humanos”, afirmava.

George Nelson também trabalhava com base na ideia de que, para criar produtos inovadores e bem feitos, o profissional precisa estar constantemente atento às consequências de suas ações em relação às pessoas e à sociedade. Chegou a declarar, inclusive, que “o design como um todo não é nada além do que um processo de relacionar tudo a tudo”, crença que o fez colocar em prática seu conceito inovador de espaço familiar e a troca de uma especialização na área pela manutenção de uma ampla base de conhecimentos e entendimento.

George Nelson e seus ícones

Os lampejos de George Nelson o fez projetar peças de design famosas e que ditaram e ainda ditam uma tendência exclusiva. De seus mobiliários mais populares, o armário embutido foi o primeiro móvel desenhado, figurando no século XX como o precursor dos sistemas de armazenagem modular e de mobília, além da primeira mesa em formato de “L”, hoje amplamente usada em escritórios. Suas apresentações causaram alvoroço à indústria moveleira americana da época, feito que fez D.J. DePree, proprietário da Herman Miller, a convidar Nelson a atuar como diretor de design da companhia.

Os anos se passaram e George Nelson criou sua própria empresa, de onde nasceram linhas de móveis e acessórios admiráveis e os grandes marcos de sua vida: o Sofá Nelson Marshmallow ou Marshmallow Sofa, moderno, ousado, confortável e divertido devido às suas cores variadas e almofadas adaptáveis; as luminárias Bubble Lamps, de estilo orgânico e linhas elegantes, resultado da superfície acetinada e que causa luz suave e uniforme; e a Poltrona Coconut, uma das primeiras peças tecnológicas de Nelson, com linhas modernas e super aconchegantes.

E aí, já sabe qual peça de George Nelson usar? Opte pela que mais combina com seu décor e crie ambientes incríveis!

Próximas campanhas