Fita Senhor do Bonfim

Fita Senhor do Bonfim

Compartilhe

WESTWING NA MÍDIA:
Quer saber mais? Leia nosso guia!

Guia Westwing paraFita Senhor do Bonfim

Um dos principais ícones das tradições e da religiosidade brasileira, a fita Senhor do Bonfim é amplamente utilizada na decoração e tem se tornado item cada vez mais moderno e estiloso, podendo ser aplicado em peças como almofadas, colchas, poltronas, toalhas e até no papel de parede. A fita original foi criada em 1809, com exatos 47 centímetros de comprimento, medida do braço direito da estátua de Jesus Cristo, o Senhor do Bonfim, localizada no altar da igreja mais famosa da Bahia.

Os primeiros elementos que remetiam às tradições nordestinas e africanas que foram implementados na decoração das casas foram os tecidos de chita, bastante coloridos. Na sequência, grande parte das tradições dessa região encantadora foram incorporadas aos ambientes, que ficaram mais alegres e modernos. O Westwing adora incorporar essas tendências à decoração e separou uma lista de objetos com inspiração na fita Senhor do Bonfim para você escolher!

Fita Senhor do Bonfim por todos os lados

Você certamente já viu carteiras, canecas, mantas, bolsas, chaveiros e muitos outros itens com a estampa da fita Senhor do Bonfim. Essas fitinhas coloridas, amarradas no braço de quem faz três pedidos ao Senhor do Bonfim, pode ser combinada com quase todos os estilos. Já pensou em, por exemplo, cobrir com uma manta de fita Senhor do Bonfim uma poltrona de cor neutra? Vai ficar incrível! Você pode, ainda, espalhar almofadas com essa temática sobre o seu sofá ou cama, que ganharão um ar muito mais alegre.

Fita Senhor do Bonfim: sucesso no exterior

As fitinhas Senhor do Bonfim não fazem sucesso apenas no Brasil. Tanto que designers do mundo todo se inspiram nesse acessório para criar móveis e peças de decoração. Exemplo disso é a poltrona Senhor do Bonfim, criada pelo estúdio de design italiano 20age. Nela, foi usada uma grande quantidade de fita Senhor do Bonfim para dar o acabamento à poltrona, que ficou linda e faz sucesso em exposições, lojas e revistas de decoração. A exportação das tradições brasileiras e a valorização da nossa cultura estão super em alta!

Fita Senhor do Bonfim na cozinha

A alegria das cores da fita Senhor do Bonfim pode ajudar a compor um ambiente que precisa de cor e estímulo: a cozinha. Jogos americanos, guardanapos, panos de prato e até um painel com essas fitinhas ajudam a dar um ar mais gostoso ao cômodo e torna as refeições mais gostosas. Bandejas, saleiro, potes e vasilhas também podem ser encontradas com esse motivo. Vale a pena montar uma combinação com seus móveis da cozinha. Vai ficar um charme!

A origem da fita Senhor do Bonfim

Vendida em diversas cores, a fita Senhor do Bonfim representa um orixá com cada uma de seus cores. Para os religiosos, aplicar essas cores à decoração pode ajudar em seus pedidos. O verde escuro, por exemplo, é para Oxossi; o azul claro, para Iemanjá; o amarelo homenageia Oxum. Esse objeto representa simbolicamente, esteticamente e espiritualmente as típicas raízes africanas da Bahia.

Antigamente, a fita Senhor do Bonfim era confeccionada em seda, com desenho e nome do santo bordados a mão e era usada no pescoço como um colar. Ao pagar uma promessa, o fiel carregava uma foto ou pequena escultura da parte do corpo curada com o auxílio do santo e, como lembrança, comprava uma dessas fitinhas. Em meados da década de 1960, o novo tipo de fita Senhor do Bonfim de pulso começou a ser vendido pelas ruas de Salvador.

Na tradição popular, a fita Senhor do Bonfim é enrolada no pulso e fixada com três nós. Cada nó precede um pedido, realizado mentalmente, e que deve ser mantido em segredo até a fita se romper naturalmente.

Próximas campanhas