Escova de Dente Elétrica

Escova de Dente Elétrica

Compartilhe

WESTWING NA MÍDIA:
Quer saber mais? Leia nosso guia!

Guia Westwing paraEscova de Dente Elétrica

Por todos os segmentos, o que mais se vê são criações mais modernas e que buscam facilitar a rotina das pessoas. Com a área da saúde não é diferente, o que muitas vezes nos proporciona mais praticidade e comodidade. No campo da odontologia, por exemplo, são vários os acessórios renovados pela indústria, seja para aumentar sua eficácia, seja para melhorar a experiência de uso. A mais famosa delas é a escova de dente elétrica.

Criada no ano de 1954, na Suíça, pelo Dr. Philippe-Guy Woo, a primeira escova de dente elétrica funcionava quando conectada a uma tomada padrão. Somente seis anos depois, nos EUA, é que passou a funcionar com o uso de baterias e era mais indicada a pacientes ortodônticos ou com limitações motoras. Hoje, a escova de dente elétrica existe em modelos versáteis e inovadores, próprios a uma eficiente higiene bucal. Conheça-a melhor com o Westwing! 

Vantagens da Escova de Dente Elétrica

Por meio de bateria ou pilha, tendo alguns modelos temporizador, a escova de dente elétrica é uma das invenções mais úteis e modernas da odontologia. Com tecnologia do tipo “oscilação-rotação-pulsação”, ela pode ser capaz de proporcionar uma escovação com resultados positivos e práticos. Para isso, basta ao usuário segurá-la e usá-la de forma certa.

Um dos principais benefícios da escova de dente elétrica está na facilidade do ato de escovar a idosos e crianças, fazendo com que se torne algo mais fácil e ajudando os pequenos a perderem o medo de ir ao dentista. Além disso, estudos internacionais comprovam que o acessório é eficaz na remoção da placa bacteriana e no combate à gengivite.

Outro ponto positivo das oscilações próprias da escova de dente elétrica está no fato de se assemelharem aos movimentos feitos pelos dentistas durante a limpeza dental. Sua eficiência também pode ser vista nas cerdas, que curtas e pequenas conseguem alcançar lugares dos dentes mais difíceis de atingir. Lembrando que o atributo vale igualmente às chamadas escova de dente elétrica infantil e rotativa.

Dicas de Uso e Cuidados

O primeiro ponto a se considerar em relação à escova de dente elétrica é o modo como é utilizada. Assim, uma escovação adequada depende da maneira como o usuário guiará sua cabeça de acordo com a movimentação da extremidade da escova de dente elétrica, atingindo todas as divisões da boca.

Aliás, a boa qualidade da “cabeça” de uma escova de dente elétrica também está diretamente ligada à sua função. Por isso, o recomendado é que seja trocada, no mínimo, de três em três ou de seis em seis meses ou sempre que a escova de dente elétrica parecer estar se deteriorando.

Outra dica fundamental com relação às escovas de dente elétricas é conversar com o seu dentista sobre o uso antes de escolher o modelo ideal. Isso porque cada caso pede um tipo de escova e é essencial receber orientações de um profissional, já que não basta aproximar as cerdas dos dentes e movimentos incorretos podem prejudicar a dentição.

Siga nossas dicas e encontre uma escova de dente elétrica que lhe trará benefícios!

Próximas campanhas