Colunas

Colunas

Compartilhe

WESTWING NA MÍDIA:
Quer saber mais? Leia nosso guia!

Guia Westwing paraColunas

As colunas são muito utilizadas na arquitetura e construção, já que quase toda casa possui uma em sua estrutura. Mas e dentro de casa? Também! Podemos encontrar tipos variados de colunas usadas de forma brilhante na decoração.

A arquitetura e a engenharia moderna trouxeram diversas mudanças na maneira de se pensar e executar a construção de prédios e outras moradias. Nesse sentido, as colunas se tornaram uma estrutura fundamental para a estabilidade das edificações, possibilitando a construção de vários andares.

Colunas, casa e construção

Colunas estabilizam a estrutura de uma casa e podem ser mais versáteis do que paredes. Elas são adaptáveis a diferentes propostas arquitetônicas e costumam ocupar pouco espaço quando sozinhas.

Há diferentes tipos de situação em que as colunas podem ser utilizadas, como por exemplo:

Na água: algumas pessoas vivem em estreita simbiose com a água de lagos, rios e mares. Nesses lugares, pode-se pescar, navegar e desfrutar de um incrível visual, especialmente quando se tem uma casa à beira-rio, por exemplo. Para tal, é preciso colunas firmes sobre as quais a residência terá estabilidade e às quais será possível amarrar barcos e lanchas. Nas regiões alagadiças do Nordeste do Brasil é possível encontrar diversas casas sobre colunas finas de madeira, conhecidas como palafitas.

Terreno instável: em caso de tremores de terra, o teto e as paredes são as primeiras estruturas a serem afetadas. No entanto, as colunas tendem à absorver os movimentos, sendo um item muito importante a ser considerado na construção de casas em áreas com grande risco de abalos sísmicos.

Terrenos irregulares: quem deseja construir sobre solos irregulares ou acidentados não tem muita escolha senão lançar mão de colunas na fundação da casa ou edifiício, nivelando o terreno de maneira segura e eficaz.

O certo é que, sem as colunas, a nossa capacidade de construção seria bem menor (ou quase impossível), além de pouco segura. As colunas são adptáveis, não ocupam muito espaço e são extremamente duráveis, sejam de ferro, concreto ou outros materiais que podem ser utilizados no design de interiores.

Colunas no design de interiores

No início do século XX, desenvolveu-se o movimento de design e arquitetura moderna, que se expressou no estilo adotado pela escola Bauhaus. O arquiteto Le Corbusier transformou as colunas em elemento fundamental em seus “Cinco pontos da Nova Arquitetura”, permitindo criar um visual totalmente diferente no contexto estético do modernismo. Alguns exemplos são:

Plano aberto: em vez de uma parede inteira na sala, uma única coluna pode suportar o peso do teto. Isso permite criar um plano e espaços abertos, a epítome dos interiores modernos.

Fachadas de vidro: nada mais elegante do que introduzir janelas amplas aos ambientes. No entanto, o vidro não pode susbtituir o concreto de paredes e, para suportar o peso, pode ser utilizado junto a colunas.

Assimetrias: apesar de uma casa típica ter linhas retas e sólidas, as colunas permitem modificar esse olhar mais “quadrado” das construções. Com elas é possível criar um balanço cool com formas inusitadas.

No design de interiores, também podemos optar por deixar as colunas aparentes, incorporando elas à decoração da casa. As colunas podem usadas em seu formato original, com pedaços de concreto e tijolos evidentes. Colunas em materiais especiais como aço inoxidável ou pedra também são opções que trazem charme e elegância aos cômodos.

As colunas também podem ser pintadas em cores diferentes ou serem revestidas com papel de parede ou adesivo de parede. Dependendo da largura, uma coluna localizada na sala de estar pode ainda ganhar acessórios especiais, como quadros e molduras ou pratos decorativos, caso esteja próxima à sala de jantar.

Quer sejam usadas na arquitetura ou no design de Interiores, as colunas são o apoio ideal para uma construção estável e uma decoração esteticamente agradável.

Próximas campanhas