Compartilhe

Casa Cor 2015

A Casa Cor é o maior evento de arquitetura, decoração e paisagismo das Américas. Anualmente, o evento conta com profissionais de interiores e talentos em ascensão, que representam em ambientes as tendências relacionadas a um determinado tema. A mostra conta com dezenove franquias nacionais, além de quatro internacionais: Equador, Chile, Peru e Bolívia.

Em 2015, a mostra chegou a sua 29ª edição com aproximadamente 70 ambientes. Sob o tema ‘’Brasilidade’’, a Casa Cor 2015 veio para celebrar o tropicalismo, a cultura, a história, as cores e a arte do país.

O Westwing esteve presente no evento para trazer todas as novidades do mundo da decoração. Diante de inúmeros ambientes espetaculares, apontamos e trouxemos as maiores tendências da Casa Cor 2015 para você vestir o seu lar com as peças e estilos que estarão em voga.

Casa Cor 2015 | Design

(1)     Casa do Flamboyant, de Dado Castello Branco. Foto: Divulgação (2 e 3) Club Leo, de Leo Romano. (4) Espaço Brasil Pau a Pique, de Roberto Migotto

Os arquitetos usaram seus ambientes para homenagear um dos maiores talentos brasileiros: a criatividade. O design do país esteve presente em diversos ambientes da Casa Cor 2015, seja em peças originais, seja em releituras.

O ambiente do Dado Castello Branco na Casa Cor 2015, intitulado Casa do Flamboyant deu destaque à poltrona Jangada, de Jean Gillon, que transmite a paz e o sossego do litoral brasileiro. A peça faz parte do acerto pessoal do arquiteto.

O arquiteto goiano Leo Romano trouxe um universo lúdico para a Casa Cor 2015. Peças icônicas do design brasileiro como a poltrona Favela, dos Irmãos Campana e a Chaise Rio, de Oscar Niemeyer fizeram parte desse universo de sonhos.

Roberto Migotto apresentou um espaço tropical, batizado de Espaço Brasil de Pau a Pique e recheado de referências brasileiras. Entre elas, estava a poltrona Chifruda, do designer Sérgio Rodrigues.

Casa Cor 2015 | Fibras Naturais

(1)     Club do Leo, de Leo Romano. Foto: Divulgação. (2) Home Gourmet, de Adriana Consulin. (3) A Casa da Gente, de Marina Linhares 

As fibras naturais dão a aparência de peças criadas à mão, representando a cultura brasileira do artesanato. O ambiente de Leo Romano trouxe a palha em cadeiras e chaises. Já a arquiteta Adriana Consulin optou por usar a matéria-prima nas costas das poltronas, dando um toque natural para um espaço elegante.

A Marina Linhares criou uma casa onde abusou de elementos artesanais e referências indígenas. As fibras naturais apareceram em detalhes, como em copos e jarras trançados pelo material.

Casa Cor 2015 | Madeira Crua

(1)     Jardim das Lojas, de Cornelia Von Ammon. (2 e 3) Haras Espelho D´Água, de Ana Maria Vieira dos Santos. (4) Estar da Família, de Paula Magliani.

O conceito ‘’a beleza do imperfeito’’ levou grande parte dos arquitetos a reverenciar as falhas da madeira, material imponente que transmite a força da natureza.
No lounge criado em ambiente externo, a decoradora e paisagista Cornelia Von Ammon deu destaque a uma mesa feita em madeira crua com tampo de vidro. A sala de estar assinada por Paula Magliani teve a presença de troncos torcidos, formando cadeiras naturais.

Para criar sua casa, Ana Maria Vieira dos Santos buscou referências em corridas de cavalos. A madeira esteve presente em todo o projeto, com destaque à cadeira em matéria pura e na fruteira lapidada.

Casa Cor 2015 | Samambaia

(1)     Casa do Flamboyant, de Dado Castello Branco. (2) Jardim das Lojas, de Cornelia Von Ammon. (3) A Casa da Gente, de Marina Linhares.

Nos anos 80, era praticamente impossível entrar em uma casa brasileira e não encontrar uma samambaia. A planta, de fácil crescimento e ideal para ambientes internos e externos, está de volta com tudo. Na Casa Cor 2015 ela apareceu em áreas externas em forma de paredes verdes e jardins verticais, como na varanda criada por Dado Castello Branco e no espaço de Cornelia Von Ammon.

Perfeita para espaços internos, a samambaia também marcou presença na casa de Marina Linhares. Em cima de estantes, a planta tem um caimento bonito e oferece uma beleza natural para o cômodo.

Casa Cor 2015 | Tapetes

(1 e 3) Espaço Brasil de Pau a Pique, de Roberto Migotto. (2) Espaço da Família, de Francisco Calio.

O estilo tropical pode acompanhar uma casa do inverno ao verão. O clima natural apresentado por Roberto Migotto e Francisco Calio ficou por conta dos tapetes de sisal, sobrepostos por peças estampadas. Fácil de copiar e muito charmoso!

A Casa Cor 2015 representou muito bem o espírito e a cultura brasileira. O evento é um dos principais ditadores de tendências do mercado. Aproveite para escolher a sua preferida e começar já a transformar a sua casa em um lar tipicamente brasileiro.

Estas ofertas começam hoje

Próximas campanhas