Cândido Portinari

Cândido Portinari

Compartilhe

WESTWING NA MÍDIA:
Quer saber mais? Leia nosso guia!

Guia Westwing paraCândido Portinari

A história brasileira é repleta de grandes nomes da arte. No âmbito da música podemos citar diversos artistas que retratam de forma única e poética o dia a dia do brasileiro e todo o sentimento que nos envolve, dos mais alegres até os mais melancólicos. Nas artes plásticas ocorre o mesmo. Temos o privilégio de contar com vários nomes que encantam a nós e ao mundo com seu talento.

E, se for para citar um destes, sem dúvidas pensamos em Cândido Portinari. Ele é um dos maiores pintores e desenhistas do Brasil, ganhador de diversos prêmios nacionais e internacionais. Suas obras estão espalhadas por diversos museus ao redor do mundo e, inclusive, um de seus murais está exposto na sede da ONU. Saiba mais sobre Cândido Portinari, esta figura história e icônica de nosso país, com o site do Westwing.

Quem foi Cândido Portinari?

Cândido Torquarto Portinari nasceu em Brodowski, cidade do interior de São Paulo, em 1903. Ele era o segundo filho de uma família de doze filhos, cujos pais eram imigrantes italianos de origem humilde.

Desde jovem Cândido Portinari já mostrava seu talento. Logo aos quinze anos, ingressou na Escola Nacional de Belas Artes, localizada no Rio de Janeiro. Como se não bastasse, vendeu seu primeiro quadro três anos depois, aos dezoito, chamado “Um baile no campo”.

Por diversas vezes, Cândido Portinari recebeu o prêmio Salão de Belas Artes, sendo que a primeira premiação foi uma medalha de bronze ainda aos dezenove anos.

Os murais de Cândido Portinari

Cândido Portinari era um artista completo. Além de seus famosos quadros, ele também desenhava e pintava murais, ou seja, sua arte era igualmente exposta em paredes nos mais diferentes países do mundo.

O mural mais famoso de Cândido Portinari é o aclamado “Guerra e Paz”, que ficou instalado no hall de entrada da sala da Assembleia Geral das Organizações das Nações Unidas (ONU). “Guerra e Paz” foi considerada pelo secretário geral da ONU como “a mais importante obra de arte monumental doada à ONU”.

Em 1950, o primeiro secretário desta instituição pediu aos países membros que enviassem obras de arte para a sede, localizada em Nova York. O Brasil era um deles e pediu para que Cândido Portinari realizasse tal missão. Os painéis, que possuem 14 metros de altura e 10 de largura, ficaram prontos em nove meses, mas Cândido Portinari levou quatro anos de estudos preparatórios antes de começar a desenha-los e pinta-los de fato. Como o próprio nome já diz, um dos painéis representava a guerra e, o outro, a paz.

As obras de Cândido Portinari

As obras de arte criadas por Cândido Portinari se destacam não só pela beleza de seus traços, mas também pelo cunho crítico que elas trazem.

Um de seus quadros mais famosos é “O lavrador de café”, que pode ser observado de pertinho no Museu Arte de São Paulo (MASP). Ele pertence a uma temática muito explorada por Cândido Portinari, que é a vida dos colhedores de café no início do século XX em São Paulo, assim como a vida dos mestiços que ali viviam.

Outro quadro importante de Cândido Portinari é “Os retirantes”. Nele ainda se fala sobre as pessoas que vivem no interior dos estados do Brasil, mas desta vez retratando uma família nordestina que precisa abandonar sua terra em busca de condições melhores de vida. Todos os seus membros estão representados com semblantes tristes e magros. Além disso, Cândido Portinari usou cores fortes e escuras, como o cinza e o azul, reforçando a sensação de dureza daquela vida.

Cândido Portinari é um dos maiores brasileiros de nossa história. E o Westwing teve a honra de contar um pouco sobre sua trajetória para você.

Próximas campanhas