Cadeira Eiffel

Cadeira Eiffel

Compartilhe

WESTWING NA MÍDIA:
Quer saber mais? Leia nosso guia!

Guia Westwing paraCadeira Eiffel

Charles e Ray Eames foram dois grandes designers norte-americanos responsáveis pela criação de muitas peças inovadoras no mobiliário e também pela criação da icônica cadeira Eiffel. A dupla teve grande contribuição para a arquitetura moderna, design de interiores, móveis e design gráfico. Eles tinham como objetivo a busca incansável por peças do amanhã. Eles gostavam de imaginar como seria o futuro e testavam sempre novas técnicas, formatos e materiais para a composição de suas obras.

Muitos eram os tipos de materiais que surgiam na época de suas criações, em meados de1940, mas o que mais chamou a atenção de Charles foi o plástico porque permitia diferentes combinações como resistência, leveza, texturas e formatos. Charles e Ray Eames tinham o poder de fazer mais com menos e moldavam peças com formas nunca vistas antes. Foi numa dessas experiências que surgiu a cadeira Eiffel. Saiba mais com o Westwing.

Cadeira Eiffel: o desafio

Eles precisavam criar uma peça que tivesse preço acessível, que fosse leve, mas ao mesmo tempo forte e resistente. A solução para isso foi alcançada através do design de uma das obras mais famosas do mundo: a Torre Eiffel, em Paris. A base da cadeira, feita primeiramente de uma liga de alumínio percorre toda a base da torre, proporcionando assim estabilidade, resistência e a charmosa semelhança com a Torre Eiffel.

A experiência única da cadeira Eiffel

O grande diferencial da cadeira Eiffel está em seu assento. Em seu projeto original ele era feito de metal, com uma curvatura profunda, possibilitando um conforto imediato ao sentar, uma vez que ela consegue reduzir a pressão na parte inferior das costas. A cadeira Eiffel também é ligeiramente inclinada e ajuda a diminuir o peso sobre as pernas e joelhos. Em 1948, a cadeira Eiffel participou da Competição para mobília de baixo custo realizada pelo Moma – Museum of Modern Art – como um protótipo e fez um grande sucesso que continua até hoje.

Em 1950,o metal do assento foi substituído pela fibra de vidro, que era mais leve e resistente a danos, depois ainda foi substituída pelo polipropileno, plástico leve resistente e fácil de moldar, trazendo um resultado muito bonito. Desde então o design da cadeira Eiffel segue o mesmo padrão rígido, sendo seguido à risca pelo seu neto Demetrios Eames.
Com um design jovial e encantador é possível combinar a cadeira Eiffel com uma bela mesa de jantar, jardim ou sala de estar.

Próximas campanhas